Portugueses com sortes distintas no Mundial Rotax no Bahrain

- Races
Competição envolveu quase 400 pilotos oriundos de mais de 60 países e decorreu no circuito do Bahrain.

Filipe Cairrão
Fotos HelloFoto


A 23.º edição das Rotax MAX Challenge Grand Finals (RMCGF) terminou hoje no circuito do Bahrain, com quase 400 pilotos de várias nacionalidades, distribuídos por nove categorias.
Na categoria Micro-Max, com 36 concorrentes com karts equipados com chassis Praga, Afonso Lopes, apesar de ter sido desclassificado dos treinos cronometrados por um problema técnico, obteve um 24.º e um 34.º nas mangas de qualificação, pelo que arrancou da 32.ª na Pré-Final, onde fez uma excelente recuperação até ao 14.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas duas mangas de qualificação e na Pré-Final, Afonso Lopes largou da 21.ª posição na Final, corrida onde voltou a fazer uma notável recuperação até ao 8.º lugar, numa corrida em que venceu o britânico Jenson Chalk.
Na categoria Mini-Max, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Birel ART, João Maria Pereira foi o 16.º mais rápido nos treinos cronometrados e nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, obteve um 4º, um 3.º e um 6.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 8.ª posição, mas foi forçado a abandonar quando era 3.º classificado e terminou no 33.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, João Maria Pereira largou da 20.ª posição na Final, disputada por 36 concorrentes, mas também não teve sorte e foi forçado a abandonar à passagem da segunda volta, depois de um toque que lhe partiu o suporte do radiador e a vela, numa corrida em que triunfou o britânico Rory Armstrong.
Na categoria Júnior, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Praga, Martim Meneses 72º mais rápido nos treinos cronometrados. Nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, o jovem madeirense obteve um 11.º, um 32.º e um 22.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 22.ª posição e viu a bandeira xadrez no 16.º posto. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, Martim Meneses foi 40.º classificado, não garantindo assim o apuramento para a Final, ganha pelo britânico Timo Jungling.
Na categoria Sénior Max, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Sodikart, Francisco Mercedo foi o 46.º mais rápido nos treinos cronometrados. Nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, o piloto de Braga obteve um 24.º, um 12.º e um 24.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 19.ª posição e terminou no 26.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, Francisco Macedo foi  46.º classificado, não garantindo assim o apuramento para a Final, ganha pelo sérvio Andrej Petrovic.
Na categoria DD2, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Birel ART, Gonçalo Coutinho foi o 40.º mais rápido nos treinos cronometrados. Nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, o piloto português obteve um 20.º, um 22.º e um 18.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 20.ª posição e viu a bandeira xadrez num positivo 11.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, o piloto de Rio Tinto (Gondomar) foi 30.º classificado e conseguiu o apuramento para a Final, mase foi ingloriamente forçado a abandonar logo no início da corrida, ganha por Ragnar Veerus, da Estónia.
Na categoria DD2 Master, com 36 concorrentes com karts equipados com chassis Charles Leclerc, Vítor Mendes foi o 31.º mais rápido nos treinos cronometrados. Nas mangas de qualificação, o piloto de Felgueiras obteve um 27.º e um 24.º lugares, pelo que arrancou na Pré-Final da 27.ª posição, corrida onde fez uma excelente recuperação de 14 lugar e foi 13.º classificado. Com a soma dos resultados obtidos nas duas mangas de qualificação e na Pré-Final, Vítor Mendes largou da 21.ª posição na Final, mas foi forçado a abandonar logo nas primeiras voltas, numa corrida em que venceu o canadiano Bem Cooper.

João Dias e Manuel Martins na E20 Master
Na categoria E20 Master, com karts elétricos, João Dias foi o 7.º mais rápido nos treinos cronometrados e nas duas mangas de qualificação obteve dois 7ºs lugares, pelo que largou da Pré-Final da 7.ª posição e terminou no 5.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas duas mangas de qualificação e na Pré-Final, João Dias arrancou da 6.ª posição na Final e viu a bandeira xadrez no 5.º lugar, numa corrida em que venceu o brasileiro João Gonçalves.
Manuel Martins foi o 4.º mais rápido nos treinos cronometrados e nas duas mangas de qualificação obteve um dois 5.ºs lugares, pelo que largou da Pré-Final da 5.ª posição e terminou no 8.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas duas mangas de qualificação e na Pré-Final, Manuel Martins arrancou da 7.ª posição na Final e terminou no sexto lugar, numa corrida em que em que venceu o brasileiro João Gonçalves.

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter
Follow Us on Facebook