PLC Karting é a mais recente equipa portuguesa

- Special
A PLC Karting pretende ser um projeto diferenciador no Karting em Portugal, apostando numa cultura de profissionalismo e de organização, mas com um ambiente familiar. Liderada por Nuno Cachada, a equipa sediada em Barcelos conseguiu resultados promissores na sua época de estreia.

Nuno Cachada e Marta Martins acumularam uma experiência valiosa a acompanhar de perto a carreira do filho, Pedro Cachada, em grandes competições nacionais e no estrangeiro.  O jovem piloto de Esposende, que foi campeão nacional Juvenil (IAME) em 2020 e campeão nacional Júnior (Rotax) em 2021, foi o representante de Portugal no CIK-FIA Academy Trophy, em 2022. O pai, depois de ter sido mecânico do seu filho, decidiu formar a sua própria equipa e implementar os princípios que observou entre as diferentes equipes onde trabalhou.

Francisco Costa, Pedro Cachada, Beatriz Costa, Eduardo Costa e Luís Fernandes 

Foi assim que surgiu a PLC Karting, que começou oficialmente a operar no início de 2023, dando apoio aos pilotos Pedro Cachada (X30 Sénior) e Luís Fernandes (Cadete 4T), seguindo-se a meio do campeonato Francisco Costa (X30 Sénior) e Beatriz Costa (X30 Mini). Sediada em Barcelos, a PLC Karting rapidamente se afirmou nos paddocks nacionais pela imagem e profissionalismo. “Quisemos criar um projeto diferenciado em termos de organização, de condições técnicas, de cuidado com a imagem e de apoio abrangente aos pilotos, pensando no seu bem-estar”, referiu Nuno Cachada. “Ao longo destes anos no Karting, percebi o que tem de ser feito ao nível das metodologias de trabalho e das condições técnicas, mas também a importância de haver um ambiente familiar na equipa”, apontou o responsável da PLC. Uma perspetiva partilhada por Marta Martins: “Estamos a falar de pilotos muito jovens, alguns deles ainda crianças, que chegam a um desporto bastante exigente a vários níveis, inclusive com muitas viagens, muitos dias fora de casa. É importante haver um equilíbrio saudável entre a escola, os treinos e a competição. Os pilotos têm de desfrutar da modalidade, obviamente com objetivos desportivos, mas estando num ambiente organizado e acolhedor. Na nossa tenda temos, por exemplo, um espaço mais social, onde eles fazem refeições, e aqui a alimentação também é mais cuidada, mas onde também podem relaxar e até estudar ou fazerem os trabalhos de casa. No fundo, tentamos dar-lhes todas as condições”, revela Marta Martins.

Francisco Costa, Nuno Cachada, Pedro Cachada, Eduardo Costa, Beatriz Costa e Luís Fernandes 

Evolução constante
Numa altura em que se prepara para ‘crescer’ em 2024, com a entrada, já nos treinos de final de época, do promissor Eduardo Costa, de apenas 8 anos, a PLC Karting terá uma maior estrutura e mais coesa. Mas o foco da equipa continua a ser a evolução a cada treino, a cada sessão, a cada corrida. “Felizmente, conseguimos contratar técnicos experientes e competentes para estarem connosco, pessoas que partilham o nosso espírito. Isso é muito importante. A coesão de uma equipa e o método de trabalho são a base do sucesso em pista. Desde que terminámos a época de 2023 temos organizado vários treinos com os nossos pilotos e mecânicos, para que possamos começar a próxima época com uma equipa totalmente funcional. Conseguimos bons resultados no nosso primeiro ano, mas queremos mais em 2024”, afirmou Nuno Cachada.

Eduardo Costa

Pódios no Open e na Taça de Portugal
E apesar de ser a equipa mais recente no paddock, a época de 2023 incluiu vários momentos importantes para a PLC Karting. Na categoria-rainha, Pedro Cachada começou logo a sua época de estreia na X30 Sénior com um pódio no Open de Portugal de Karting (2.º lugar), em Viana do Castelo, num extenso pelotão de 35 concorrentes e onde era o mais jovem piloto em pista na sua categoria, com apenas 13 anos! Poucas semanas depois, confirmou as excelentes indicações com uma vitória na manga de qualificação de sábado, no arranque do Campeonato de Portugal de Karting Toyota (CPK).
Na última corrida do campeonato em Leiria conquistou a pole-position nos treinos cronometrados de sábado e para fechar a época na emblemática Taça de Portugal de Karting, em Braga, lutou pela vitória, à chuva, e terminou num meritório 3.º lugar entre 37 concorrentes! Foi o terceiro pódio consecutivo de Pedro Cachada na prova-rainha do calendário nacional, desta vez em estreia na Sénior. Também Francisco Costa mostrou o seu potencial na principal categoria do Karting nacional, embora a sua época tenha sido condicionada por vários azares e lesões. Na prova de Portimão do CPK, por exemplo, o jovem piloto de Barcelos chegou a ficar muito próximo top 10, após uma grande recuperação.
A jovem Beatriz Costa, de apenas 12 anos, surpreendeu tudo e todos na categoria X30 Mini, chegando inclusive a conquistar uma pole position, na ronda de Braga do CPK. Na jornada seguinte, em Leiria, subiu ao pódio na prova de domingo, como a melhor piloto feminina. Uma evolução notável para a jovem piloto minhota, que vai agora transitar para a categoria Júnior.
Luís Fernandes também descobriu a categoria Cadete 4T – quando ainda tinha idade para competir na Iniciação – e mostrou uma grande resiliência e margem de progressão, conquistando um excelente 2º lugar na final de sábado, na ronda de Portimão, concentrando-se agora em preparar a próxima época.
Um ano intenso, mas recompensador para a PLC Karting, que promete agora dar mais um ‘salto’ qualitativo em 2024.

Francisco Costa

Pedro Cachada

Beatriz Costa

Luís Fernandes

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter
Follow Us on Facebook