Boas prestações da comitiva portuguesa nas Finais Mundiais Rotax no Bahrain

- Races
Seis portugueses e o belga Fabio Kieltyka – que optou por representar Portugal – conseguiram o objetivo de se qualificarem para a corrida decisiva nas suas categorias.

Filipe Cairrão

A 21.ª edição das Rotax MAX Challenge Grand Finals (RMCGF) terminou há pouco com a realização das sete Finais, no Circuito Internacional de Karting do Bahrain, em Sakhir, competição que envolveu 378 pilotos de várias nacionalidades, distribuídos por sete categorias.

João Barros 20.º classificado na Final da Micro-Max
Na categoria Micro-Max, com 36 concorrentes com karts equipados com chassis Birel ART, João Barros não teve muita sorte nos treinos cronometrados, onde foi 34.º classificado, mas depois correu atrás do prejuízo. Na primeira manga de qualificação, o jovem piloto de Paredes recuperou 12 posições e foi 22.º classificado, enquanto que na segunda recuperou 11 posições e terminou no 23.º lugar, pelo que arrancou na Pré-Final do 21.º lugar e viu a bandeira xadrez numa positiva 14.ª posição. Com a soma dos resultados obtidos nas duas mangas de qualificação e na Pré-Final, João Barros largou da 19.ª posição na Final e conseguiu ver a bandeira xadrez no 14.º lugar, mas uma penalização de três segundos fez com que fosse 20.º classificado, tendo o vencedor sido o estónio Nikita Ljubimov.  

Salvador Trindade 17.º classificado na Final da Mini-Max
Na categoria Mini-Max, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Praga, Salvador Trindade foi o 17.º mais rápido do seu grupo nos treinos cronometrados e 15.º classificado da geral. Nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, o piloto de Vila Nova de Paiva obteve um 12.º, um 20.º e um 18.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 15.ª posição e viu a bandeira xadrez no 18.º posto. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, Salvador Trindade largou da 28.ª posição na Final, disputada por 36 concorrentes, e fez uma excelente recuperação de 11 lugares para terminar num honroso 17.º lugar, tendo a vitória ficado na posse do polaco Arata Endo.

Salvador Trindade

Rodrigo Vilaça 20.º classificado na Final da Júnior
Na categoria Júnior, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Sodikart, Rodrigo Vilaça foi o 8.º mais rápido do seu grupo nos treinos cronometrados e 34.º classificado da geral. Nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, Rodrigo Vilaça obteve 11.º, um 4.º e um 19.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 8.ª posição e viu a bandeira xadrez num excelente 6.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, o piloto de Braga largou da 15.ª posição na Final, disputada por 36 concorrentes, e terminou numa honrosa 20.ª posição (foi a sua primeira presença no evento), onde o vencedor foi o lituano Tomass Stolcermanis.

Rodrigo Vilaça

João Miguel Oliveira forçado a abandonar a Final da Sénior Max… quando era 9.º
Na categoria Sénior Max, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Sodikart, João Miguel Oliveira foi o 16.º mais rápido do seu grupo nos treinos cronometrados e 31.º classificado da geral. Nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, João Miguel Oliveira obteve 9.º, um 19.º (devido a uma penalização que o fez perder a 8.ª posição) e um 11.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 11.ª posição e garantiu um excelente 5.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, o piloto da Batalha largou da 15.ª posição na Final, disputada por 36 concorrentes, mas à passagem da quarta volta, numa altura em que era 9.º classificado, foi ingloriamente forçado a abandonar, numa corrida em que triunfou a checa Tereza Babickova. Gabriel Caçoilo, enfrentou várias contrariedades e não conseguiu a qualificação para a Final, ao ser 53.º classificado após as mangas de qualificação e uma Pré-Final.

João Miguel Oliveira

Gonçalo Coutinho obrigado a desistir na Final da DD2
Na categoria DD2, com 72 concorrentes com karts equipados com chassis Birel ART, Gonçalo Coutinho foi o 15.º mais rápido do seu grupo nos treinos cronometrados e 29.º classificado da geral entre 72 concorrentes. Nas mangas de qualificação, disputadas por 36 pilotos, Gonçalo Coutinho foi forçado a abandonar logo na primeira (sendo 36.º classificado) e depois obteve um 12.º e um 16.º lugares, pelo que largou numa das Pré-Finais da 20.ª posição e viu a bandeira xadrez num excelente 7.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas três mangas de qualificação e na Pré-Final, o piloto de Rio Tinto (Gondomar) largou da 34.ª posição na Final, disputada por 36 concorrentes, mas foi logo forçado a abandonar, numa corrida em que triunfou o holandês Martijn Van Leeuwen.

Fabio Kieltyka 25.º classificado na Final da DD2 Master
Na categoria DD2 Master, com 36 concorrentes com karts equipados com chassis Praga, Fabio Kieltyka foi o 8.º mais rápido nos treinos cronometrados. Na primeira manga de qualificação, o piloto belga – que optou por representar Portugal – foi forçado a abandonar, enquanto que na segunda garantiu um excelente quarto lugar, pelo que arrancou na Pré-Final da 17.ª posição e terminou no 25.º posto, devido a uma penalização de cinco segundos. Com a soma dos resultados obtidos nas duas mangas de qualificação e na Pré-Final, Fabio Kieltyka largou da 21.ª posição na Final, mas logo na primeira volta caiu para os últimos lugares e acabou por ser 25.º classificado, numa corrida em que venceu o francês Morgan Riche.

Frederico Peters 9.º classificado na Final da EKart Sénior
Na categoria EKart Sénior, com 16 concorrentes com karts elétricos, Frederico Peters foi o 10º mais rápidos nos treinos cronometrados. Na primeira manga de qualificação, o piloto de Évora terminou no 9.º lugar, enquanto que na segunda garantiu o 8.º posto, pelo que arrancou na Pré-Final do 9.º lugar e terminou na 11.ª posição, devido a uma penalização de cinco segundos, que lhe retirou o 8.º lugar. Com a soma dos resultados obtidos nas duas mangas de qualificação e na Pré-Final, Frederico Peters largou na Final da 10.ª posição. O piloto Évora viu a bandeira xadrez no 7.º lugar, mas uma penalização fez com que caísse para a 9.ª posição, numa corrida em que venceu o francês Oscar Pellemele.

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter
Follow Us on Facebook