Gonçalo Coutinho na DD2 e Fabio Kieltyka na Master vencem Troféu Rotax 2021

Columns: Races
O Rotax Max Challenge Portugal 2021 das categorias DD2 (a partir dos 15 anos de idade) e DD2 Master (para pilotos com idade igual ou superior a 32 anos) cumpriu hoje a quinta e última prova no KIRO-Kartódromo Internacional da Região Oeste, no Bombarral, sob a organização do Motorsport Viana Clube.

Por Filipe Cairrão
Fotos HelloFoto


José Barros, com um kart equipado com chassis Tonykart, foi o mais rápido nos treinos cronometrados, percorrendo os 1107 metros da pista da região oeste em 45,210s, pelo que garantiu a pole-position para a Final 1, tendo a seu lado na grelha de partida o madeirense Martim Nunes (Tonykart) Da segunda linha, largaram Rodrigo Lessa (Tonykart) e Gonçalo Coutinho (Kosmic).

Gonçalo Coutinho venceu o Troféu Rotax 2021 da categoria DD2 

Na Final 1, disputada em 15 voltas, José Barros arrancou da pole-position e liderou a primeira volta, tendo depois passado para o comando Gonçalo Coutinho que foi alternando a liderança com Martim Nunes, que acabou por ser o primeiro a ver a bandeira xadrez. Contudo, o piloto madeirense (autor da volta mais rápida em 46,186s) sofreu uma penalização de cinco segundos e caiu para o terceiro posto, tendo Gonçalo Coutinho ficado com a primeira posição e o belga Fabio Kieltyka (Birel ART) com o segundo lugar, sendo o vencedor na DD2 Master.
Rodrigo Lessa foi o terceiro a cruzar a meta, mas também sofreu uma penalização de cinco segundos, pelo que foi relegado para o quinto lugar, enquanto José Barros garantiu a quarta posição.
Manuel Soares (Praga) terminou num positivo sexto lugar, na frente de Manuel Teixeira (Tonykart) e de Pedro Ribeiro (Praga) – 2.º Master – que chegou a rodar na quarta posição.
Glauco Guimarães (Tonykart) foi nono classificado – 3.º Master – e António Teixeira (Tonykart) fechou o top-10 e assegurou a 4.ª posição entre os Masters. Manuel Martins (Praga) garantiu o 11.º lugar – 5.º Master –, na frente do luxemburguês Charles Delbrassine (Birel ART) – 6.º Master – e de Telmo Santos, 7.º Master.
António Bravo Lima (Kosmic), Bruno Pinto (Birel ART) e Guilherme Lemos (Kosmic) foram forçados a abandonar logo no início da corrida.

Fabio Kieltyka triunfou no Troféu Rotax da categoria DD2 Master

Na Final 2, igualmente disputada em 15 voltas, foi a vez de Martim Nunes largar da pole-position, mas Gonçalo Coutinho passou rapidamente para a liderança e manteve-a até final, para festejar assim mais uma vitória, com José Barros, Martim Nunes e Rodrigo Lessa (autor da volta mais rápida em 46,517s) a terminarem, por esta ordem, nas posições seguintes.
Fabio Kieltyka encerrou o top-5 e voltou a vencer na Master, na frente de Manuel Soares. António Bravo Lima viu a bandeira xadrez na sétima posição, mas uma penalização fez com que caísse para o oitavo lugar – 3.º Master –, tendo Manuel Martins ficado assim com o sétimo posto e o 2.º na Master.
António Teixeira cruzou a meta na nona posição, mas também foi penalizado e caiu para o 10.º lugar – 5.º na Master –, sendo promovido ao nono posto Glauco Guimarães – 4.º Master –, seguindo-se Charles Delbrassine – 6.º Master – e Telmo Santos, 7.º Master. Guilherme Lemos foi forçado a abandonar, assim como Bruno Pinto, Manuel Teixeira e Pedro Ribeiro.  

Fabio Kieltyka e Gonçalo Coutinho
Na Final 3, também disputada em 15 voltas, foi Gonçalo Coutinho a arrancar da pole-position e aproveitou-a da melhor forma para liderar de princípio a fim e somar mais um triunfo. Martim Nunes (que rubricou a volta mais rápida em 46,285s), José Barros e Rodrigo Lessa viram, por esta ordem, a bandeira xadrez nas posições seguintes, mas os três pilotos viriam a ser penalizados e ficaram com os quarto, quinto e sexto lugares, respetivamente, tendo Fabio Kieltyka – 1.º Master – e Guilherme Lemos sido promovidos às segunda e terceira posições, respetivamente.

Martim Nunes e Gonçalo Coutinho

Pedro Ribeiro foi sétimo classificado – 2.º Master –, na frente de Manuel Soares, Manuel Teixeira e de António Bravo Lima que fechou o top-10 e garantiu o 3.º lugar na Master. Glauco Guimarães voltou a mostrar a sua evolução e assegurou o 11.º lugar – 4.º Master –, seguindo-se António Teixeira – 5.º Master –, Charles Delbrassine – 6.º Master –, Manuel Martins – 7.º Master –, Bruno Pinto – 8.º Master – e Telmo Santos, 9.º Master.

No somatório dos resultados das três Finais, Gonçalo Coutinho venceu a prova, enquanto o belga Fabio Kieltyka e José Barros completaram o pódio da categoria DD2. Na DD2 Master, triunfo para Fabio Kieltyka, com Glauco Guimarães e Manuel Martins a serem os segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Glauco Guimarães, Fabio Kieltyka e Manuel Martins no pódio da DD2 Master no Bombarral

Em termos de classificação do Rotax Max Challenge Portugal 2021, o vencedor da categoria DD2 foi Fabio Kieltyka e garantiu a qualificação para a Final Mundial Rotax que se realizará entre 11 e 18 de dezembro, no Bahrain, competição que habitualmente reúne 360 pilotos oriundos de 60 países. Martim Nunes foi segundo classificado e José Barros garantiu a terceira posição, com Rodrigo Lessa e Fabio Kieltyka a fecharem o top-5.

António Bravo Lima, Fabio Kieltyka e Telmo Santos no pódio do Troféu Rotax 2021 da DD2 Master
 
Na categoria DD2 Master, o título foi conquistado pelo belga Fabio Kieltyka e também garantiu o passaporte para o Final Mundial no Bahrain. António Bravo Lima foi segundo classificado e Telmo Santos garantiu a terceira posição, com Charles Delbrassine e Glauco Guimarães a encerrarem o top-5.

Todas as classificações em: TROFEU ROTAX 2021 - BOMBARRAL Results (apex-timing.com)

Created by: fcairrao - 05/09/21

Browse by Columns

RACES

INTERVIEWS

OPINION

NEXT RACES

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter