Gabriel Caçoilo vence no Bombarral e garante título na categoria Sénior Max

Columns: Races
Gabriel Caçoilo ganhou a quinta e última prova do Rotax Max Challenge Portugal 2021 da categoria Sénior Max, disputada este domingo no KIRO-Kartódromo Internacional da Região Oeste, no Bombarral, sob a organização do Motorsport Viana Clube. O jovem piloto de Aveiro carimbou o título e o acesso às Finais Mundiais Rotax, enquanto João Oliveira e Frederico Peters (2.º no Troféu) também subiram ao pódio na derradeira prova. Diogo Marujo foi um honroso 3.º classificado no Troféu.

Por Ricardo S. Araújo
Fotos HelloFoto


Depois de ter passado por Portimão, Viana do Castelo, Baltar e Braga, o Rotax Max Challenge Portugal da categoria Sénior Max foi decidido no Bombarral, com 24 pilotos em pista. Na sessão de treinos cronometrados, Gabriel Caçoilo (Tonykart) mostrou logo que estava muito rápido e conseguiu a pole-position, com uma volta em 45,737s, tendo João Oliveira (Tonykart) a seu lado na primeira linha da grelha de partida. Diogo Marujo (Tonykart) e Rodrigo Silva (Praga) partiam logo atrás deste duo.

Gabriel Caçoilo vence no Bombarral e é o novo campeão do Troféu Rotax na categoria Sénior
 
Na Final 1, disputada em 15 voltas, Gabriel Caçoilo conseguiu manter-se na frente de toda a concorrência logo após o arranque e depois começou a ganhar uma importante vantagem sobre João Oliveira na frente da corrida. O jovem piloto de Aveiro controlou o avanço e começou o dia com uma vitória clara, cerca de dois segundos na frente de João Oliveira, enquanto Frederico Peters (Birel ART) recuperou seis posições e estabeleceu a volta mais rápida da corrida (46,409s), rumo ao 3.º lugar.

João Oliveira foi segundo classificado no Bombarral

Também com naturais aspirações ao título, Diogo Marujo terminou logo atrás do piloto alentejano, no 4.º posto, enquanto Diogo Marques (Tonykart) fechou o top-5, logo seguido por Tomás Leitão (Kart Republic), que conseguiu subir cinco posições durante a Final 1. Também dentro dos 10 primeiros terminaram Diogo Faria (Tonykart), Pedro Nascimento (Tonykart), Rodrigo Silva (Praga) e Rodrigo Santos (Kosmic), que cortaram a linha de meta separados por menos de um segundo.

Frederico Peters garantiu o segundo lugar no Troféu

Na Final 2, igualmente disputada em 15 voltas, Caçoilo voltou a largar bem, mas Diogo Marujo conseguiu assumir o comando na segunda volta e nunca mais largou essa posição até ao final, num duelo emocionante e decidido por apenas 0,075s. João Oliveira também voltou a lutar pela vitória e terminou muito próximo dos dois primeiros, enquanto Rodrigo Silva e Tomás Leitão completaram o top-5, separados por 0,4s. Seguiram-se Diogo Faria, Pedro Nascimento e Paulo Rocha (Tonykart), que terminaram na frente de dois pilotos penalizados com cinco segundos, por danos na carenagem frontal: Diogo Marques e Frederico Peters.

Rumo às Finais Mundiais
A derradeira Final da temporada no Troféu Rotax acabou por consagrar Gabriel Caçoilo, apesar de ter sido ganha por Frederico Peters. Caçoilo voltou a liderar após o arranque, mas Peters passou para a frente durante a terceira volta e depois resistiu à pressão de João Oliveira e de Caçoilo, que assim garantiu o título no troféu. Tomás Leitão voltou a mostrar a sua rapidez e foi o 4.º classificado da Final 3, com Pedro Nascimento no 5.º posto e Rodrigo Santos logo atrás. Diogo Faria terminou a corrida no 7.º lugar, Paulo Rocha foi o 8.º classificado e o estreante Martim Romão (Tonykart) voltou a fazer uma excelente recuperação, desta feita de seis posições, rumo ao 9.º lugar final. Tiago Rafael (Tonykart) foi outro dos pilotos mais aguerridos do pelotão, tal como João Faria (Tonykart) e David Gonçalves (Tonykart). Mais azarado, Diogo Marujo foi obrigado a abandonar ainda na fase inicial da corrida.

Com o somatório destes resultados, Gabriel Caçoilo venceu a quinta e última prova do Troféu Rotax e sagrou-se campeão da categoria Sénior Max, garantindo assim a qualificação para as Finais Mundiais Rotax, que se realizarão entre 11 e 18 de dezembro, no Bahrain, competição que habitualmente reúne 360 pilotos oriundos de 60 países. João Oliveira foi o 2.º classificado final no Bombarral e Frederico Peters também subiu ao pódio, no 3.º posto.

João Oliveira, Gabriel Caçoilo e Frederico Peters no pódio da prova do Bombarral

Tomás Leitão também fechou a competição em excelente plano, com um 4.º lugar, com Diogo Faria e Pedro Nascimento nos lugares seguintes, com os mesmos pontos, mas com vantagem para Faria devido ao resultado na qualificação. Paulo Rocha foi um meritório 7.º classificado, na frente de Rodrigo Silva, Diogo Marques e Rodrigo Santos, que também terminaram no top 10 da prova.

Francisca Queiroz venceu a classe feminina no Bombarral

Referência ainda para a vitória de Francisca Queiroz (Kosmic) na classe feminina, na frente de Anastacia Khomyn (DR) e Liliana Barros (Tonykart).

Todas as classificações em: TROFÉU ROTAX - BOMBARRAL

Created by: fcairrao - 05/09/21

Browse by Columns

RACES

INTERVIEWS

OPINION

NEXT RACES

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter