Coutinho na DD2 e Kieltyka na DD2 Master somam terceira vitória no Troféu Rotax

Columns: Races
O Rotax Max Challenge Portugal 2021 das categorias DD2 (a partir dos 15 anos de idade) e DD2 Master (para pilotos com idade igual ou superior a 32 anos) cumpriu hoje a terceira prova no Kartódromo de Baltar, sob a organização do Motorsport Viana Clube.

Por Filipe Cairrão
Fotos HelloFoto


Rodrigo Lessa, com um kart equipado com chassis Tonykart, foi o mais rápido nos treinos cronometrados, percorrendo os 1023 metros da pista localizada no concelho de Paredes em 58,568s, pelo que garantiu a pole-position para a Final 1, tendo a seu lado na grelha de partida Martim Nunes (Tonykart). Da segunda linha, largaram Gonçalo Coutinho (Kosmic) e Fabio Kieltyka (Birel ART).

Gonçalo Coutinho

Na Final 1, disputada em 15 voltas, Rodrigo Lessa arrancou da pole-position, mas rapidamente Martim Nunes assumiu o comando, mantendo-o até à passagem da sétima volta, altura em que Gonçalo Coutinho passou para a liderança e não mais a largou até à bandeira xadrez, rubricando também a volta mais rápida em 47,445s.
O madeirense Martim Nunes conservou a segunda posição e Rodrigo Lessa garantiu um positivo terceiro lugar. Vítor Mendes (Praga), que arrancou do sétimo posto, assegurou, praticamente à passagem da quarta volta, uma excelente quarta posição e a vitória entre os Masters.
Na luta pelo top-5, Guilherme Lemos (Kosmic) levou a melhor sobre Fabio Kieltyka (Birel ART) – tendo este garantido a segunda posição entre os Masters – e José Barros (Tonykart), penalizado em cinco segundos.
João Mendes (Praga) foi oitavo classificado, na frente de António Bravo Lima (Kosmic) – 3.º na Master – e do ‘rookie’ Pedro Ribeiro (Praga), que fechou o top-10, sendo o 4.º Master.
Telmo Santos (Tonykart) terminou na 11.º posição – 5.º Master –, na frente de Manuel Soares (Praga) – que foi penalizado em cinco segundos – do estreante Luís Rafael (Praga) – 6.º Master –, do também ‘rookie’ Manuel Martins (Sodikart) – 7.º Master – e de Charles Delbrassine (Birel ART), 8.º Master. Glauco Guimarães (Tonykart) foi forçado a abandonar à passagem da oitava volta, sendo 9.º na Master.

Fabio Kieltyka

Na Final 2, igualmente disputada em 15 voltas, Rodrigo Lessa voltou a largar da pole-position, tendo a seu lado Martim Nunes. Gonçalo Coutinho e Guilherme Lemos arrancaram da segunda linha.
Martim Nunes voltou a assumir a liderança, mas à passagem da quarta volta Gonçalo Coutinho passou para o comando, no qual se manteve à final, assinando novamente a volta mais rápida em 48,205s.
Martim Nunes cruzou a meta imediatamente a seguir na segunda posição e Rodrigo Lessa no terceiro lugar, com Fabio Kieltyka não muito longe, seguindo-se José Barros e Vítor Mendes. Contudo, Nunes e Lessa foram penalizados e caíram para os quinto e sexto lugares, respetivamente, pelo que a segunda posição ficou na posse de Fabio Kieltyka – 1.º Master –, enquanto José Barros e Vítor Mendes – 2.º Master – foram os terceiro e quarto classificado.
Guilherme Lemos garantiu a sétima posição, na frente de Manuel Soares, de António Bravo Lima – 3.º Master – e de Pedro Ribeiro, que encerrou o top-10 e foi 4.º na Master.
Telmo Santos foi 11.º classificado – 5.º na Master –, seguindo-se Luís Rafael – 6.º na Master –, Manuel Martins – 7.º na Master –, Charles Delbrassine – 8.º na Master – e Glauco Guimarães, 9.º na Master. João Mendes foi forçado a abandonar logo na partida.

Martim Nunes, Gonçalo Coutinho e Fabio Kieltyka no pódio da categoria DD2

Na Final 3, foi a vez de Gonçalo Coutinho arrancar da pole-position, com o madeirense Martim Nunes a seu lado. Da segunda linha partiram Rodrigo Lessa e Vítor Mendes.
Martim Nunes esteve no comando durante a primeira volta, mas logo a seguir Gonçalo Coutinho assumiu a liderança e não mais a largou até à bandeira xadrez, para assim somar a terceira vitória consecutiva, igualmente com a volta mais rápida (48,072s). Martim Nunes foi um meritório segundo classificado e Rodrigo Lessa garantiu a terceira posição. 
Muita luta pelo quarto lugar e, neste particular, foi o belga Fabio Kieltyka a levar a melhor – 1.º Master –, na frente de José Barros, de Vítor Mendes e de Guilherme Lemos. João Mendes garantiu o oitavo posto, seguindo-se Pedro Ribeiro – 3.º Master – e Manuel Soares, que fechou o top-10.
António Bravo Lima foi desta vez 11.º classificado – 4.º na Master –, na frente de Telmo Santos – 5.º na Master –, de Luís Rafael – 6.º na Master –, de Manuel Martins – 7.º na Master –, de Glauco Guimarães – 8.º na Master – e de Charles Delbrassine, 9.º Master.

Fabio Kieltyka e António Bravo Lima no pódio da categoria DD2 Master
 
No somatório dos resultados das três Finais, Gonçalo Coutinho venceu a prova de Baltar, enquanto Martim Nunes e Fabio Kieltyka completaram o pódio da categoria DD2. Na DD2 Master, mais uma vitória para Fabio Kieltyka, com Vítor Mendes e António Bravo Lima a serem os segundo e terceiro classificados, respetivamente.

A quarta prova está agendada para 25 de julho e será disputada no Kartódromo Internacional de Braga. Recordamos que os vencedores das categorias DD2 e DD2 Master ficam qualificados para as Finais Mundiais Rotax, que este ano serão disputadas no Bahrain, entre 11 e 18 de dezembro.

Todas as classificações em: TROFEU ROTAX 2021 - BALTAR Results (apex-timing.com)

Created by: fcairrao - 27/06/21

Browse by Columns

RACES

INTERVIEWS

OPINION

NEXT RACES

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter