Guilherme de Oliveira é bicampeão na categoria Sénior Max do Troféu Rotax

Columns: Races
O Rotax Max Challenge Portugal da categoria Sénior Max encerrou este domingo, no Kartódromo Internacional de Braga, com o derradeiro dia de competição da quinta e última jornada dupla da época. Guilherme de Oliveira colecionou o segundo título da categoria numa época histórica, com o espanhol Filip Vava e Gabriel Caçoilo a acompanharem o novo campeão nas posições do pódio. Diogo Marques e Jesse Doorgeest completaram o top-5 no Minho.

Por Ricardo S. Araújo
Fotos Alexandre Araújo/HelloFoto

Não é de todo habitual, mas Guilherme de Oliveira (Tonykart) conseguiu o feito inédito de vencer duas categorias diferentes na mesma época do Rotax Max Challenge Portugal, sagrando-se bicampeão da Sénior Max, pouco antes de conquistar também o título na sua época de estreia na DD2. O piloto de Vila Nova de Gaia – que brilhou na KZ2, deu os primeiros passos na Fórmula 4 em 2020 e conquistou este fim de semana três títulos, pois na DD2 era atribuído o título de campeão Ibérico –,  começou por ser o mais rápido nos treinos cronometrados, e depois secundou o espanhol Filip Vava (Tonykart) na Final 1. Ainda mais forte na Final 2, Guilherme de Oliveira confirmou mais um título para o seu extenso palmarés com o triunfo na derradeira corrida, ganhando também a prova deste domingo, tal como tinha feito no sábado.

Guilherme de Oliveira

Filip Vava voltou a ser 2.º classificado na prova, desta feita na frente de Gabriel Caçoilo (Tonykart), piloto que hoje esteve sempre na luta pelos primeiros lugares e que, tal como Jesse Doorgeest (Tonykart) e Martim Nunes (Tonykart), chegou à jornada bracarense ainda com aspirações ao título. Diogo Marques (Tonykart) conseguiu um positivo 4.º lugar na prova deste domingo, na frente de Jesse Doorgeest e Martim Nunes, com o combativo Noah da Silva (DR) a terminar no 7.º posto, depois de ter mostrado um bom andamento nos treinos cronometrados e na Final 2. Tal como no sábado, Rodrigo Lessa (Tonykart) voltou a mostrar a sua evolução na exigente Sénior Max e conseguiu um meritório 8.º lugar, com o espanhol Daniel Garcia (Kosmic) e Pedro Nascimento (Tonykart) a completarem o top-10. A sempre aguerrida Mariana Machado (EKR) conseguiu a volta mais rápida na Final 2 (54,278s), mas viria a ser penalizada nas duas Finais, enquanto Miguel Cardoso (Praga), Paulo Rocha (Tonykart), Guilherme Lemos (Parolin), Liliana Barros (Tonykart) e Tomás Leitão (Tonykart) também nunca baixaram os braços num pelotão muito competitivo.

Martim Nunes, Guilherme de Oliveira e Jesse Doorgeest no pódio do Troféu Rotax 2020
    
As classificações finais oficiais do Troféu Rotax 2020 serão publicadas, nos próximos dias, pela Korridas e Kompanhia e pela FPAK, mas Martim Nunes é vice-campeão, Jesse Doorgeest fecha o pódio, enquanto Gabriel Caçoilo e Diogo Marques encerram o top-5.
Os vencedores do Rotax Max Challenge Portugal receberam em Braga os ambicionados ‘bilhetes’ de apuramento para as Finais Mundiais Rotax, que estão agendadas para o Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão, embora dependentes da evolução da pandemia mundial. Guilherme de Oliveira seria, de novo, o representante português na Sénior Max, mas como também garantiu o título na DD2, o piloto de Vila Nova de Gaia vai alinhar nesta categoria no Mundial, como dita o regulamento. Assim o madeirense Martim Nunes, por ter sido vice-campeão, será o representante nacional na Sénior Max.   

Todas as classificações disponíveis em:
http://www.apex-timing.com/goracing/results.php?path=/korridas/2021/braga2&group=14

Created by: fcairrao - 10/01/21

Browse by Columns

RACES

INTERVIEWS

OPINION

NEXT RACES

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter