Kim Junho vence Final B da categoria Júnior no Rotax International Trophy em Portimão

- Races
João Oliveira e Diogo Martins terminaram nos 10.º e 12.º lugares, respetivamente, e Francisca Queiroz foi 19.ª classificada, cumprindo o seu objetivo que passava por evoluir numa competição internacional e logo no seu ano de estreia no Karting.

Por Filipe Cairrão
Fotos Alexandre Araújo/HelloFoto


O Rotax Max Challenge International Trophy (RMCIT) 2020 da categoria Júnior –disputado por 57 concorrentes – terminou hoje no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão, com a corrida decisiva, ganha pelo britânico Daniel Guinchard (Kart Republic), enquanto os seus compatriotas Aaron Walker (Tonykart) – que recuperou 20 posições – e Freddie Spindlow (Kosmic) completaram o pódio, numa Final que terminou com a bandeira vermelha à 11.ª das 16 voltas, devido à chuva forte.

O sul-africano Troy Snyman, o sul-coreano Kim Junho e o suíço Phillip Loacker no pódio da Final B

Na Final B, disputada em 14 voltas e destinada aos pilotos que se classificaram entre o 37.º e o 57.º lugar nas mangas de qualificação, o nosso conhecido sul-coreano Kim Junho (DR) ­– que corre nas competições portuguesas – largou da 7.ª posição e manteve-se sempre na luta pela vitória, conseguindo mesmo ser o primeiro a ver a bandeira xadrez após ultrapassar na última volta o holandês Matthijs Terlouw (Tonykart) que depois caiu para o sexto lugar devido a uma penalização, tendo assim o sul-africano Troy Snyman (Sodikart) e o suíço Phillip Loacker (Sodikart) completado o pódio.

Kim Junho

João Oliveira (Tonykart) arrancou da 8.ª posição, mas na fase inicial da corrida acabou por cair para o 15.º posto, conseguindo depois recuperar té ao 8.º lugar. Contudo, o piloto da Batalha viria a ser relegado para a 10.ª posição devido a uma penalização.

João Oliveira
   
Diogo Martins (Tonykart) partiu da 6.ª posição, mas também perdeu 10 lugares nas primeiras três voltas, tendo, contudo, depois recuperado até fechar o top-10. No entanto, uma penalização fez com que o piloto de Mafra caísse para a 12.ª posição.

Diogo Martins

A ‘rookie’ Francisca Queiroz (Tonykart) largou do 26.º lugar e foi 19.ª classificada, cumprindo a sua ‘missão’ que passava por evoluir na sua primeira competição internacional e logo no seu ano de estreia no Karting.

Francisca Queiroz
 

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter
Follow Us on Facebook