Guilherme de Oliveira garante positivo 13.º lugar na Final do Mundial Rotax Sénior

Columns: Races

Por Filipe Cairrão
Fotos José Bravo - www.curva1kart.com.ar
   
Guilherme de Oliveira garantiu hoje o 13.º lugar na Final da 20.ª edição das Rotax Max Challenge Grand Finals da categoria Sénior, disputada por 36 pilotos, no Circuito Internacional de Nápoles, em Itália.
O piloto de Vila Nova de Gaia arrancou da 10.ª posição e caiu na primeira volta para a 13.º lugar. A partir daí, Guilherme de Oliveira deu sempre o seu melhor para recuperar posições, mas num pelotão recheado de grandes talentos, acabou por ver a bandeira xadrez no 13.º lugar. Um resultado muito positivo, dado que o jovem piloto português de 14 anos de idade estreou-se este ano na categoria Sénior.
Recordamos que, ontem, Guilherme de Oliveira largou da 5.ª posição na Pré-Final e, na sétima volta, quando viu numa curva ‘a porta completamente aberta’ para ultrapassar, um adversário tocou na parte lateral do seu kart, mas felizmente conseguiu manter-se em pista e cruzar a meta na 7.ª posição. Com este resultado e com as classificações alcançadas nas três mangas de qualificação (3.º, 8.º e 11.º), o piloto português garantiu a qualificação para a Final, na 10.ª posição, depois de enfrentar 71 adversários.
O britânico Guy Cunnington foi o primeiro a completar as 20 voltas ao traçado transalpino de 1547 metros em 20m11,627s, com uma vantagem de apenas 0,003s (!) para o segundo classificado, o finlandês Axel Saarniala, que rubricou a volta mais em 58,578s. Contudo, Cunnington foi penalizado e caiu para o segundo lugar, tendo Saarniala subido ao lugar mais alto do pódio.
O italiano Elia Galvanin terminou na terceira posição e logo a seguir o britânico Clayton Ravenscroft e Lachlan Robinson, dos Emirados Árabes Unidos, encerraram, respetivamente, o top-5.

Created by: fcairrao - 26/10/19

Browse by Columns

RACES

INTERVIEWS

OPINION

NEXT RACES

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter