Ivan Domingues coleciona segunda Taça de Portugal de Karting na categoria Júnior

- Races
Depois de arrancar da quarta posição, Ivan Domingues venceu de forma categórica e pelo segundo ano consecutivo, a Taça de Portugal de Karting Tranquilidade da categoria Júnior. Rodrigo Testa e Santiago Ribeiro estiveram igualmente muito fortes e completaram o pódio da prova-rainha do Karting nacional disputada em Palmela.

Por Filipe Cairrão e Jorge Cabrita
Foto Filipe Cairrão Jerónimo
 
Como já noticiámos no sábado, a primeira manga de qualificação foi atribulada. Sete pilotos (Luís Alves, Pedro Perino, David Sobreiro, Duarte Pinto Coelho, Mário Borges, Francisco Costa e Tomás Rodrigues) e os seus concorrentes referiram que foram impedidos de entrar na pré-grelha e assim de disputarem a corrida. Não por chegarem atrasados, mas porque pouco antes da entrada na pré-grelha a organização decidido verificar os escapes e isso vez com que não pudessem chegar a horas à pré-grelha. A Vroom falou com João Rito, diretor para o Karting na FPAK e refutou as acusações. “Isso não é verdade. Os pilotos e equipas decidiram trocar de pneus devido à instabilidade das condições atmosféricas e isso fez com que muitos chegassem tarde à pré-grelha. O habitual aviso sonoro que avisa que faltam cinco minutos para entrar na pré-grelha foi dado, assim como um comissário avisou verbalmente quando faltavam dois minutos e depois quando faltava um minuto. Para além disso, estava lá o relógio na entrada da pré-grelha. Lamento que tenham deixado passar a hora limite, mas é assim em todas as competições oficiais quer em Portugal quer no estrangeiro”.
       
Duarte Pinto Coelho (Tonykart) venceu a segunda manga de qualificação Taça de Portugal de Karting Tranquilidade da categoria Júnior, no Kartódromo Internacional de Palmela. O piloto de Lisboa assumiu a liderança da corrida à 2ª volta, superando o vencedor da primeira manga, Rodrigo Testa (Kart Republic). Os dois primeiros concluíram as 13 voltas separados por apenas 0,170s. Perto do top-2 chegou Manuel Soares (Kart Republic) no 3º lugar, na frente de José Barros (Kosmic) e Ivan Domingues (Mad Croc). A volta mais rápida foi pertença de Pedro Perino (Tonykart) com o registo de 59,261s.
 
Face aos resultados das duas mangas, na Final disputada em 15 voltas, Rodrigo Testa largou da pole position, tendo a seu lado José Barros. Da segunda linha arrancaram Manuel Soares e Ivan Domingues.
 
Saindo da pole position, Rodrigo Testa era líder à primeira volta, seguido de Ivan Domingues. Muito fortes na fase inicial da prova também estavam José Barros, Manuel Soares e Diogo Martins (Tonykart).
À terceira volta começaram a aparecer novos protagonistas entre os 19 karts em pista. Santiago Ribeiro (Birel ART), havia iniciado a prova na 8.ª posição, mas já surgia em 4º. Também Tomás Ribeiro (Tonykart), Miguel Silva (Praga) e Guillermo Pernia (Birel ART) começavam a mostrar-se, vindos das posições mais atrasadas da grelha de partida. Entre estes, destaque para o jovem espanhol, em estreia absoluta na categoria Júnior.
Na sexta volta vive-se o momento determinante na prova, quando Ivan Domingues supera Rodrigo Testa e assume a primeira posição. O ritmo do piloto de Leiria era uma enorme afirmação da vontade de vencer e isso foi-se confirmando volta a volta. No final, Domingues triunfou com 1,943s de vantagem sobre Rodrigo Testa, conquistando a sua segunda Taça de Portugal de Karting consecutiva.
Santiago Ribeiro, que arrancou da 8.ª posição viu a sua enorme prestação ser premiada com o 3º lugar, posição que retirou a José Barros à 7ª volta. José Barros (Kosmic) foi 4º classificado e Tomás Ribeiro (Tonykart) fechou o top-5.
Miguel Silva (Praga) foi sexto classificado. No entanto, veio bem detrás na corrida, o que valoriza o seu desempenho e resultado. Luís Alves foi 7º, após uma brilhante ponta final na prova (largou do 14.º lugar) e foi o autor da volta mais rápida (52,547s).
Guillermo Pernia estreou-se na categoria Júnior com um notável oitavo lugar, na frente de Duarte Pinto Coelho (Tonykart) e de Luís Leão (Exprit) que encerraram o top-10. Diogo Martins (Tonykart) teve bom início de prova, mas foi perdendo nas últimas voltas, concluindo a corrida no 11.º lugar, seguido de David Sobreiro (Kart Republic), Manuel Soares (Kart Republic) e Pedro Perino (Tonykart) – estes dois pilotos com penalizações de três e cinco segundos –, Francisco Serôdio (Exprit), Tomás Martins (DR) – com penalização de cinco segundos –, Francisco Costa (Parolin) – com penalização de três segundos –, Tomás Rodrigues (Sodikart) – com penalização de três segundos – e Mário Borges (Tonykart) – com penalização de três segundos.

Rodrigo Testa, Ivan Domingues e Santiago Ribeiro

Newsletter

Stay tuned!
Assine a nossa newsletter
Follow Us on Facebook