KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Borges na Sénior e Magalhães na Master vencem Open de Portugal na Super Shifter

Borges na Sénior e Magalhães na Master vencem Open de Portugal na Super Shifter
Races

Por Filipe Cairrão
Fotos Alexandre Araújo/HelloFoto e Filipe Cairrão Jerónimo
 
O Open de Portugal de Karting da categoria X30 Super Shifter – competição do calendário desportivo da FPAK que abre a época 2019 –, prosseguiu hoje no KIRO-Kartódromo de Internacional da Região Oeste, no Bombarral, sob a organização da ACDME.
Ontem, nos treinos cronometrados, Rodrigo Ferreira (Praga) foi o mais rápido com a marca de 44,804s à geral e na Sénior, enquanto na Master foi Joel Magalhães (CRG) quem rubricou o melhor tempo, com o registo de 45,500s. Na primeira manga de qualificação, venceu Tiago Teixeira à geral e na Sénior e Hugo Marreiros (DR) foi segundo classificado à geral e ganhou a classe Master com a volta mais rápida (45,260s).
Hoje, Tiago Teixeira (ainda lesionado com uma queimadura de segundo grau na perna direita, devido a um problema no seu kart no momento da partida da corrida de ontem), largou da pole-position na segunda manga de qualificação, mas com um arranque melhor foi Hugo Marreiros quem passou para o comando e não mais o largou até à bandeira xadrez, vencendo à geral e na Master, tendo o piloto de Paredes assegurado o segundo lugar e a vitória na Sénior.
A meio da corrida um dos principais pontos de interesse foi a luta pela terceira posição, com Ricardo Borges (Kart Republic) e Rodrigo Ferreira (Praga) – que rubricou a volta mais rápida em 45,545s – a cruzarem a meta lado a lado, com vantagem para Borges, enquanto Miguel Ramos (CRG) fechou o top-5.
Fábio Mota (CRG) rodou na segunda posição, mas acabou por terminar no sexto lugar à geral, sendo o segundo Master, na frente de Joel Magalhães (CRG), Vasco Lázaro (Kart Republic), Paulo Martins (Tonykart) e João Barros (Birel ART) que foi penalizado com cinco segundos.
Na Final, disputada em 15 voltas, Tiago Teixeira largou da pole-position tendo a seu lado Hugo Marreiros. O piloto de Paredes liderou até à 14.ª volta, altura em que Marreiros na tentativa de passar para a frente, acabou por resultar um incidente entre ambos, que os obrigou a desistir.
Ricardo Borges que seguia na terceira posição, assumiu assim a liderança até final, acabando por vencer o Open de Portugal de 2019 quer à geral quer na classe Sénior, logo na prova de estreia na categoria X30 Super Shifter.
Rodrigo Ferreira terminou logo a seguir (assinando novamente a volta mais rápida em 45,333s) e Joel Magalhães completou o pódio à geral e venceu a categoria Master. Miguel Ramos (3.º na Sénior) viu a bandeira xadrez na quarta posição e Fábio Mota (2.º Master) foi quinto classificado, na frente de João Barros (3.º Master), Vasco Lázaro (4.º Master), enquanto Paulo Martins foi forçado a abandonar logo após a segunda volta devido a um problema técnico. 

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy