KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

RMCP 5: Guilherme de Oliveira vence em Viana e sagra-se bicampeão na Júnior

RMCP 5: Guilherme de Oliveira vence em Viana e sagra-se bicampeão na Júnior
Races

Por Filipe Cairrão
Fotos José Lourenço
 
O Kartódromo de Viana do Castelo foi o palco das decisões da edição de 2018 do Rotax Max Challenge Portugal, com a realização da quinta e última prova da época, depois das rondas em Palmela, Viana do Castelo, Baltar e Braga. Não só estavam em discussão os títulos nacionais mas também a qualificação para o ‘Mundial’ da especialidade, que será disputada entre 26 de novembro e 1 de dezembro, no Circuito Paladino, no nordeste do Brasil. 
À chegada ao circuito minhoto, Guilherme de Oliveira (Tonykart) era o líder da categoria Júnior – para pilotos com idades entre os 12 e os 14 anos -, e o piloto de Vila Nova de Gaia começou por estabelecer os dois melhores tempos nos treinos cronometrados, largando da pole position para as duas finais.
A Final 1 ficou marcada pelo aparecimento da chuva à quinta volta, numa altura em que Tomás Ribeiro (Praga) e Guilherme de Oliveira estavam a discutir o primeiro lugar. O líder do troféu estava no comando da corrida quando Tomás Ribeiro foi surpreendido pelo aumento de intensidade da chuva e teve uma ligeira saída de pista que acabou por condicionar o seu fim de semana, obrigando-o mesmo a abandonar com a coluna de direção danificada.
Como os pilotos estavam com pneus slicks, a direção de corrida entendeu interromper a prova na 10.ª das 16 voltas inicialmente previstas, reatando os procedimentos quando a chuva parou. Na segunda ‘parte’, onde Tomás Ribeiro já não alinhou, Guilherme de Oliveira geriu os acontecimentos rumo a mais uma vitória em Finais, com Miguel Corsino a ser o segundo a cortar a linha da meta mas a ser penalizado no final em cinco segundos, por danos no spoiler frontal do seu kart. Assim, Mariana Carvalho (Praga) foi segunda classificada na Final 1 na frente de Miguel Corsino, enquanto Rodrigo Lessa (Tonykart) assegurou o quarto lugar, seguido de Alexandre Almeida (Tonykart) e de Diogo Martins (Birel ART), que cumpriu a sua primeira prova oficial no Troféu Rotax.
Na Final 2, Guilherme de Oliveira voltou a largar da pole-position mas Miguel Corsino foi mais forte no arranque e assumiu a liderança durante a primeira volta. Contudo, na seguinte, o campeão em título Júnior assumiu o comando, tendo atrás de si Tomás Ribeiro e Miguel Corsino.
À quarta volta foi a vez de Tomás Ribeiro passar para a frente e, na seguinte, assistir-se ao regresso de Miguel Corsino à liderança, com Guilherme de Oliveira e Tomás Ribeiro nas segunda e terceira posições, respetivamente, com Mariana Machado no encalce deste trio.
Miguel Corsino conservou a primeira posição até à última volta, altura em que Guilherme de Oliveira passou para o comando para festejar mais uma vitória esta época. Miguel Corsino terminou na segunda posição e Tomás Ribeiro cruzou a meta no terceiro posto, sendo ao autor da volta mais rápida em 45,688s. Logo a seguir, Mariana Machado garantiu o quarto lugar e Rodrigo Lessa encerrou tranquilamente o top-5, na frente de Diogo Martins e Alexandre Almeida.
No somatório das duas Finais, Guilherme de Oliveira foi o natural vencedor final da prova de Viana do Castelo, com 110 pontos, na frente de Miguel Corsino (102) e Mariana Machado (101). Seguiram-se Rodrigo Lessa (97), Tomás Ribeiro (96) – vice-campeão no ano de estreia na Júnior – Diogo Martins (94) e Alexandre Almeida (94).
Com o segundo título consecutivo na categoria Júnior do Rotax Max Challenge Portugal, Guilherme de Oliveira será novamente o representante de Portugal nas Finais Mundiais Rotax, no Brasil.
 
Todas as classificações em:
http://www.apex-timing.com/goracing/results.php?path=/korridas/2018/viana2/

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy