KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Portugueses com ‘sortes’ diferentes nas Finais Internacionais Iame em Le Mans

Portugueses com ‘sortes’ diferentes nas Finais Internacionais Iame em Le Mans
Races

Por Filipe Cairrão
 
Foram quatro os pilotos portugueses e um luso-espanhol que disputaram a Final Internacional Iame 2018, no Circuito Internacional de Le Mans, em França, competição que reuniu 457 pilotos oriundos de vários países
Em seis categorias em discussão, as cores nacionais tiveram esta temporada representação em duas, nomeadamente na X30 Mini, para pilotos dos 7 aos 12 anos de idade, e na Super Shifter, destinada a quem já completou 16 anos de idade.
Na categoria Super Shifter – em que os karts estão equipados com caixa de velocidades e com motores de 175cc –, Rodrigo Ferreira representante português entre os 34 concorrentes ao título.
O piloto do Porto – que recentemente sagrou-se campeão nacional da categoria X30 Shifter (com motores de 125cc) – experimentou em Le Mans um motor mais potente (175cc) e pneus Komet. Nos treinos cronometrados, Rodrigo Ferreira, aos comandos de um kart equipado com chassis Praga, rubricou a 21ª melhor marca aos 1384 metros da pista gaulesa, na qual o suíço Nicolas Rohrbasser (Kosmic) foi o mais rápido com o registo de 52,245s.
Rodrigo Ferreira, de 16 anos de idade, que correu pela formação portuguesa Paulo Pita Racng Team, disputou depois quatro mangas de qualificação e, no final da soma de todos os resultados, foi 16.º classificado.
Na Pré-final – que determina a grelha de partida da Final –, o piloto português depois de largar do 16.º posto, passou a rodar no grupo que discutia a sexta posição, mas sofreu um toque que o relegou para as últimas posições, conseguindo depois recuperar até ao 23.º lugar. Este incidente acabou, naturalmente, por condicionar Rodrigo Ferreira na Final… mas não baixou os braços e terminou na 20.ª posição entre 34 pilotos, numa corrida em que o britânico Thomas Bale (Kosmic) festejou o seu primeiro título mundial.  
 
Lourenço Marques perto de vencer a Final B
Na categoria Mini, disputada por 70 pilotos, o espanhol Miguel Peiró (FA) foi o mais rápido nos treinos cronometrados ao cumprir os 1384 metros da pista gaulesa em 1m01,213s, enquanto o luso-espanhol Adrián Malheiro (Praga), inscrito pela equipa portuguesa Paulo Pita Racing Team, garantiu o 26º melhor tempo em 1m02,822s.
A 0,006s de Malheiro, Lourenço Marques (Parolin) – dos portugueses da Maxikart Júnior Team – foi o 27.º mais rápido, enquanto as colegas de equipa do luso-espanhol, nomeadamente Maria Germano Neto e Matilde Ferreira, ambas com chassis Praga, foram as 62.ª e 69.ª classificadas, respetivamente, sendo perfeitamente naturais estas posições, dado que estão a estrear-se numa competição internacional.
No final das três mangas de qualificação, Lourenço Marques foi 39.º classificado – tendo muito azar na última –, mas ainda mais azar teve na Final B, já que na última volta, numa altura em que discutia a vitória e o acesso à Final A, um kart que se havia envolvido num acidente veio tocar no kart do piloto de Leiria e colocou-o fora de pista!
Maria Germano Neto foi 19.ª classificada na Final B, sem nunca desistir de evoluir na sua primeira prova internacional, assim como Matilde Ferreira, muito embora a piloto de Oeiras tenha tido uma prova muito difícil devido a problemas técnicos apesar da sua equipa ter estado incansável em lhe proporcionar um kart com um bom andamento. Mas sem um motor colaborante, quer Matilde Ferreira quer a sua equipa não podiam fazer mais.
Adrián Malheiro também não teve sorte nas mangas de qualificação e optou por não alinhar na Final B, num Mundial em que o título foi festejado pelo norte-americano Brent Crews (Kart Republic).

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy