KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

António Bravo Lima a recuperar na categoria DD2 Masters do ‘Mundial Rotax’

António Bravo Lima a recuperar na categoria DD2 Masters do ‘Mundial Rotax’
Races

Texto Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

 

Na 18ª edição das Rotax Max Challenge Grand Finals (RMCGF) – vulgo Finais Mundiais Rotax –, que está decorrer desde segunda-feira, no Kartódromo Internacional do Algarve (KIA), em Portimão, e que se prolongará até sábado, António Bravo Lima, que cumpre a segunda participação num ‘Mundial’, rubricou hoje a 47ª melhor marca nos treinos cronometrados da categoria DD2 Masters entre os 72 participantes, com idades a partir dos 32 anos, na qual alinham todos com chassis Sodi, sendo pneus os Mojo e, obviamente, os motores Rotax obrigatórios para todos os concorrentes nas seis categorias deste ‘Mundial Rotax’ que está a ser disputado por 360 pilotos oriundos de 59 países.

O piloto da Póvoa de Varzim cumpriu a sua melhor volta aos 1531 metros do traçado algarvio em 59,920s, enquanto o norte-americano Derek Wang foi o mais rápido com o registo de 59,202s.

António Bravo Lima – vice-campeão do Rotax Max Challenge Portugal da categoria DD2 Masters –, largou assim da 23ª posição na primeira manga de qualificação disputada por 36 pilotos. O piloto português arrancou bem e passou a rodar no 20º lugar, posto que manteve até final, numa corrida em que venceu o argentino Gabriel Zughella. Contudo, uma penalização viria a relgar o português para a 25ª posição.

Amanhã serão disputadas mais duas mangas de qualificação, na sexta-feira feira as pré-finais, enquanto as Finais serão discutidas no sábado.

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY