KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

RMCP: Rodrigo Ferreira vence em Baltar e passa para a liderança da categoria Júnior

RMCP: Rodrigo Ferreira vence em Baltar e passa para a liderança da categoria Júnior
Races

Texto Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

 

Na quinta prova do Rotax Max Challenge Portugal da categoria Júnior, disputada este fim de semana, no Kartódromo de Baltar, Rodrigo Ferreira (Praga) garantiu a pole-position para a Final 1, na qual saiu vitorioso, tendo na Final 2 sido novamente o primeiro a ver a bandeira xadrez. Mas uma penalização de cinco segundos aplicada ao piloto do Porto relegou-o para a quinta posição, resultado que permitiu, ainda assim, que assegurasse o lugar mais alto do pódio e passasse para a liderança da competição.

Manuel Alves (FA) – que também tem sido um dos animadores do Rotax Max Challenge Portugal – somou os mesmos pontos que Rodrigo Ferreira, mas sendo o fator de desempate a classificação dos treinos cronometrados, o piloto da Trofa teve honras de subir ao lugar intermédio do pódio. Manuel Alves foi o terceiro mais rápido nos ‘cronos’, lutou pelos lugares da frente na Final 1, mas foi o quinto posicionado… vencendo depois a Final 2.

Guilherme de Oliveira (Tonykart) voltou a estar muito forte. Depois de ser o segundo mais rápido nos treinos cronometrados, esteve na luta pela vitória na Final 1, mas foi segundo classificado. Na Final 2, o piloto de Vila Nova de Gaia foi alternando a liderança com Rodrigo Ferreira, mas na parte final da corrida, um incidente entre ambos, fez com que Guilherme de Oliveira caísse para a quinta posição, sendo depois quarto classificado, em virtude uma penalização a Rodrigo Ferreira. Com estes resultados, Guilherme de Oliveira completou o pódio de Baltar e está agora na segunda posição do campeonato, como menos um ponto do que Rodrigo Ferreira, numa altura em que falta disputar apenas uma jornada, a sexta, agendada para 1 de outubro para o Kartódromo Internacional do Algarve (KIA), em Portimão.

O madeirense Jack Spínola (Tonykart), apesar de não ter tido sorte nos treinos cronometrados, não baixou os braços por ter estabelecido a oitava melhor marca, já que foi terceiro classificado nas duas Finais e quarto classificado na prova.

António Correia (CRG) também não foi muito feliz nos ‘cronos’ e refletiu-se no sexto lugar que alcançou na Final 1, sendo depois segundo classificado na Final 2, permitindo ao piloto do Fundão encerrar o top-5 da prova de Baltar.

O luso-moçambicano Rodrigo Almeida (FA) foi um dos protagonistas da jornada ao ser o quarto mais rápidos nos treinos cronometrados e depois a lutar pelos lugares da frente na Final 1, acabando, por terminar na quarta posição. Já na Final 2, Rodrigo Almeida não teve muita sorte e foi o sétimo posicionado, conseguindo, contudo, um positivo sexto lugar no final da prova.

Gabriel Caçoilo (FA), assim como Rúben Silva (Mercury) não estiveram ao nível que nos têm habituado, sendo os sétimo e oitavo classificados, respetivamente, na frente do espanhol Santiago Concepcion (Tonykart), de Miguel Corsino (Tonykart) – que optou por transitar já nesta prova da categoria Mini-Max para a exigente Júnior –  e do luso-holandês Jesse Doorgeest que também se pode dizer que enfrentou diversas contrariedades.

 

Todas as classificações em:

http://www.apex-timing.com/goracing/results.php?path=/korridas/2017/baltar/

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY