KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

RMCP: Segunda vitória de Aguilera na Mini-Max… David Simões conserva liderança

RMCP: Segunda vitória de Aguilera na Mini-Max… David Simões conserva liderança
Races

Texto Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

 

Na quinta prova do Rotax Max Challenge Portugal, disputada este fim de semana, no Kartódromo de Baltar, a categoria Mini-Max voltou a ser uma das mais animadas, com a vitória a sorriu ao espanhol Marco Aguilera (Kosmic)… mas talvez não seja exagero dizer-se que o lugar mais alto do pódio ‘assentava’ igualmente bem a outros seis pilotos: David Simões (Tonykart), Afonso Ferreira (Tonykart), Mariana Machado (Praga), Tomás Ribeiro (Tonykart), João Mendes (Praga) e a Luís Alves (Haase).

Marco Aguilera venceu a Final 1, mas o primeiro a ver a bandeira xadrez foi Luís Alves, piloto de Guimarães que, contudo, viria a sofrer uma penalização de cinco segundos por alegado toque num adversário. Uma decisão muito contestada que o fez cair para o nono lugar. Luís Alves foi depois impedido de alinhar na Final 2, por protestos de um mecânico da sua equipa junto do diretor de prova. Uma decisão que nos parece excessiva, pois o jovem vimaranense tem apenas 11 anos de idade e não tem culpa do mecânico não ter tido a ‘calma necessária’, conforme já fez saber a equipa.

Na Final 2, Aguilera voltou a triunfar, vencendo assim a quinta jornada do Rotax Max Challenge Portugal.

David Simões – sempre muito competitivo –, com dois segundos lugares, garantiu o lugar intermédio do pódio e conservou a liderança na competição, numa altura em que falta disputar apenas mais uma ronda, a sexta, agendada para 1 de outubro, para o Kartódromo Internacional do Algarve (KIA), em Portimão.

Afonso Ferreira, o mais rápido nos treinos cronometrados, foi terceiro classificado na Final 1 – queixando-se de um toque de um adversário na parte final da corrida – e na Final 2 cruzou a meta no quarto posto, resultados que fizeram com que o jovem bracarense completasse o pódio de Baltar.

Mariana Machado, como nos tem habituado, esteve na luta pela vitória, sendo, contudo, quarta e depois terceira posicionada nas Finais, resultados que lhe permitiram garantir o quarto lugar em igualdade pontual com Afonso Ferreira, servindo como fator de desempate a pole-position alcançada por Afonso Ferreira.

Tomás Ribeiro (Tonykart) teve problemas desde os treinos cronometrados, mas mesmo assim juntou-se ao grupo da frente na pelos lugares do pódio. O piloto de Fafe foi, contudo, quinto classificado nas duas Finais e fechou o top-5 desta quinta prova.

João Mendes, ao rubricar a segunda melhor marca nos treinos cronometrados – exatamente com o mesmo tempo de Afonso Ferreira (51,036s), que rubricou na terceira volta e João Mendes na quinta – perfilava-se como um dos favoritos aos lugares do pódio. Mas a largada da Final 1 não correu bem ao piloto de Felgueiras e terminou no sexto lugar, assim como na Final 2, sendo, por isso sexto classificado em Baltar.

Rodrigo Testa (Mercury), ‘rookie’ na categoria Mini-Max, foi nesta prova sétimo classificado, na frente de outro estreante, Pedro Perino (FA), de Manuel Soares e do também ‘rookie’ Luís Leão (FA), piloto que faz este ano a sua estreia em provas oficiais da FPAK.

 

Todas as classificações em:

http://www.apex-timing.com/goracing/results.php?path=/korridas/2017/baltar/

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY