KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Incidente trava Guilherme de Oliveira no Troféu Academia CIK-FIA na Bélgica

Incidente trava Guilherme de Oliveira no Troféu Academia CIK-FIA na Bélgica
Races

Um 10º lugar na primeira manga de qualificação deixava boas expetativas quanto ao apuramento de Guilherme de Oliveira para a Final da primeira prova do Troféu Academia CIK-FIA que decorreu desde quinta-feira até hoje na pista belga de Genk. Mas um incidente na terceira e última manga de qualificação entre alguns pilotos, no qual se viu envolvido Guilherme de Oliveira, acabou por hipotecar a presença do português na Final. Um 21º lugar (!) na derradeira manga seria suficiente para o jovem de apenas 12 anos de idade obter o apuramento para a Final, cujo vencedor foi o holandês Mike van Vugt.

Depois de concluir as várias sessões de treinos livres oficiais entre os 10 mais rápidos e apesar dos treinos cronometrados não lhe correrem de feição, sendo obrigado a largar do 19ª posto nas mangas de qualificação, Guilherme de Oliveira começou logo por recuperar nove lugares na primeira corrida ao ser 10º classificado, sendo depois 18º apesar de um toque. Na terceira manga, um 21º lugar era suficiente para o representante da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) na prestigiada competição da CIK-FIA garantir a passagem à Final reservada a 34 pilotos, mas quis o ‘azar’ que o jovem luso de apenas 12 anos de idade nem uma volta completasse aos 1360 metros do traçado belga. “Confesso que depois de estar entre os mais rápidos e de ter conseguido um 10º lugar na primeira manga de qualificação, esperava disputar a Final. Mesmo sendo um estreante na competição e ser quase tudo novo para mim, como a pista, o motor, etc… esperava mais. Estou triste pelo incidente na última manga. Nem sequer completei uma volta e só precisava de terminar na 21ª posição para garantir a presença na Final. Mas as corridas são assim… Por outro lado, posso dizer que foi uma grande experiência que me motiva ainda mais para continuar a evoluir com a minha equipa QZ Racing Team, sobretudo com o José Santos e com o Quim Zé, que tanto me têm apoiado. A experiência deles em provas internacionais também foi muito importante para o meu desempenho aqui na Bélgica, apesar de eu não ter passado à Final”, comentou no final da prova belga, Guilherme de Oliveira, piloto patrocinado pela Quinta do Fontelo, Ranatrans, Cetaform, 4Track e Scope.

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY