KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Adrian Malheiro vence em Viana e é tricampeão da categoria Micro-Max no RMCP

Adrian Malheiro vence em Viana e é tricampeão da categoria Micro-Max no RMCP
Races

Adrian Malheiro dominou a quinta e última prova da categoria Micro-Max do Rotax Max Challenge Portugal, disputada no Kartódromo de Viana do Castelo, sob a organização do Motorsport Viana Clube. O piloto luso-espanhol sagrou-se tricampeão da especialidade, numa jornada em que Duarte Pinto Coelho e Pedro Rilhado, igualmente muitos fortes, completaram, respetivamente, o pódio.

 

Texto Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

 

Adrian Malheiro, ao volante de um kart equipado com chassis Praga, foi o principal protagonista da quinta e última ronda do Rotax Max Challenge Portugal, disputada como habitualmente em três Finais. O objetivo mais importante do piloto luso-espanhol era conquistar o título na categoria Micro-Max e, ao mesmo tempo, obter a qualificação para a Final Mundial Rotax, que irá decorrer entre 15 e 22 de outubro no circuito italiano de Sarno… feito que conseguiu com distinção ao vencer as três Finais.

Duarte Pinto Coelho (Tonykart) – o mais rápido nos treinos cronometrados – foi um dos principais opositores de Adrian Malheiro. Em todas as Finais, o piloto da Tonykart Portugal rodou nos lugares da frente e alcançou dois segundos e um terceiro lugares, resultados que somados permitiram a Duarte Pinto Coelho concluir quer a prova quer a edição de 2016 do Rotax Max Challenge Portugal na segunda posição.

Igualmente com um ritmo muito forte esteve Pedro Rilhado (BirelArt). O piloto de Lamego não teve muita sorte na Final 1, ao ser oitavo classificado – apesar de ter assinado a volta mais rápida –, mas na Final 2 conseguiu impor o seu ritmo e discutiu a vitória até à bandeira xadrez, acabando, contudo, por terminar na segunda posição, mas lado a lado com Adrian Malheiro. Na Final 3, Pedro Rilhado manteve a mesma ‘toada’ e foi terceiro classificado, o que lhe permitiu completar o pódio da prova minhota e ser quinto classificado na competição, apesar de não ter podido participar na prova inaugural em Palmela.

Os espanhóis Alberto Hurtado (CRG) e Alvaro Anaya (EKR) estiveram igualmente em destaque na quinta e última prova do Rotax Max Challenge Portugal, lutando sempre pelos lugares da frente. Hurtado foi quarto classificado e Anaya fechou o top-5.

Pedro Carvalho (Tonykart) continua a evoluir. O piloto de Vila do Conde foi regular nas posições cimeiras, sobretudo nas Finais 2 e 3, conquistando assim um positivo sexto lugar.

José Pinheiro (EKR) – que tem mostrado um andamento forte nesta época, quer em Portugal quer em Espanha –, depois de ser quarto classificado na Final 1, não teve muita sorte nas Finais 2 e 3, pelo que foi o sétimo posicionado.

António Santos (BirelArt), jovem piloto da Madeira que tem mostrado talento, não foi muito feliz nesta jornada, ao ser oitavo classificado, mas ainda assim garantiu um meritório quarto lugar na classificação final do Rotax Max Challenge Portugal 2016. 

João Oliveira (CRG) e Mateus Cabrelli (EKR), pilotos que prosseguem a sua evolução, encerraram o top-10.

O espanhol Alex Anido (Tonykart) foi o 11º classificado, à frente do estreante Henrique de Oliveira (FA) que tem dado o seu melhor para evoluir no Karting.

Rodrigo Testa (DR) debateu-se com algumas contrariedades na prova minhota e foi 13º classificado, assegurando, contudo, o terceiro lugar na edição de 2016 do Rotax Max Challenge Portugal.

Frederico Pinto Coelho (Tonykart) e Tomás Rodrigues (Tonykart), pilotos que também continuam num processo de aprendizagem, não tiveram muita sorte nesta prova. Na Final 3, logo após a largada, estiveram envolvidos num incidente, mas felizmente sem consequências para ambos, sendo, no entanto, forçados a abandonar.


OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy