KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

RMCP DD2: Eduardo Leitão reforça liderança em Braga e Vítor Mendes vence na Master

RMCP DD2: Eduardo Leitão reforça liderança em Braga e Vítor Mendes vence na Master
Races

Eduardo Leitão (Praga) venceu a quarta e penúltima prova da categoria DD2 do Rotax Max Challenge Portugal, disputada no Kartódromo Internacional de Braga, sob a organização do Motorsport Viana Clube. Tiago da Silva (FA) garantiu o segundo lugar e António Teixeira (BirelArt) fechou as presenças no pódio.

Quarto classificado à geral, Vítor Mendes (Praga) triunfou na Master e partilhou o pódio com Joel Magalhães (BirelArt) e Pedro Loures (Intrepid), respetivamente. João Oliveira (BirelArt) foi desta vez quarto classificado entre os Masters, mas conservou a liderança.

 

Texto Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

 

Pleno de Eduardo Leitão (Praga). O piloto do Paulo Pita Racing Team (PPRT) esteve imparável na segunda passagem do Rotax Max Challenge Portugal pela cidade dos arcebispos, dado que foi o mais rápido nos treinos cronometrados, venceu as três Finais e estabeleceu a volta mais rápida em todas as corridas. Com esta prestação, o piloto de Lisboa reforçou a liderança na categoria DD2, estando, naturalmente, bem posicionado para conquistar o seu quinto título na classe cujos karts estão dotados de caixa de velocidades.

Tiago da Silva (FA) – ‘rookie’ na categoria –, do Cabo do Mundo Kart Team, com dois terceiros e um quinto lugares, concluiu a prova bracarense na segunda posição, enquanto António Teixeira (BirelArt), que está praticamente a iniciar o seu segundo ano no Karting de competição, teve uma boa atuação e completou o pódio.

Vítor Mendes (Praga) rodou sempre nos lugares da frente e foi quarto classificado, vencendo entre os Masters, apesar de ter sido o nono mais rápido nos cronos.

Já Miguel Matos (BirelArt) voltou a ter ‘azar’, dado que foi obrigado a abandonar na Final 2. Ainda assim, com um segundo lugar na Final 1 e depois mais um segundo na Final 3, o piloto de Guimarães conseguiu terminar na quinta posição.

Joel Magalhães (BirelArt) fez uma excelente prova. Garantiu um positivo sexto lugar e foi segundo classificado entre os Masters, sendo um dos principais opositores de Vítor Mendes.

Se Miguel Matos não teve sorte, o mesmo se pode dizer de Pedro Pinto (Tonykart), dado que foi forçado a desistir na Final 1, hipotecando as suas aspirações quanto a um bom resultado. Mas com uma boa recuperação até ao segundo lugar na Final 2 e depois um terceiro lugar na Final 3, o piloto do Porto conseguiu minimizar o prejuízo, acabando por ter sétimo classificado na ronda minhota.

Pedro Loures (Intrepid) também foi protagonista de uma boa recuperação. Embora tenha sido obrigado a largar da última posição na Final 1, fez uma prova em crescendo e terminou no oitavo posto, garantindo o terceiro lugar do pódio entre os Masters, categoria à qual concorre.

João Oliveira (BirelArt) também se debateu com várias contrariedades e terminou na nona posição, sendo quarto classificado entre os Masters. Ainda assim, conservou a liderança entre os Masters e é sexto classificado da geral.

Tiago Vilela (Tonykart) fechou o top-10, à frente de Manuel Teixeira (BirelArt) que não conseguiu evitar uma ‘manobra’ que também prejudicou o seu pai, Tony Teixeira (BirelArt), que concorre entre os Masters, tendo por isso sido 13º classificado (6º entre os Masters), atrás de Fernando Costa (Praga), que fechou o top-5 da classe onde atuam os pilotos com idade igual ou superior a 32 anos.

Um dos motivos de interesse desta quarta jornada no Rotax Max Challenge Portugal, foi a estreia de Manuel Ramos (BirelArt), piloto que conseguiu ser sétimo classificado entre os Masters.

Hugo Negrais (FA), também Master, que nas provas anteriores rodou sempre nos lugares da frente, desta vez não foi feliz, não podendo mesmo alinhar na Final 2.

Pior sorte teve Rui Pereira (EKR), dado que deparou-se com problemas ao nível do motor logo no ‘warm-up’. Sem solução, Rui Pereira teve mesmo de colocar um ponto final quanto à sua participação na prova bracarense, não podendo sequer alinhar nos treinos cronometrados. 

A quinta e última prova está agendada para 1 e 2 de outubro e será disputada no Kartódromo de Viana do Castelo.

Download: 

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy