KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Luís Cidade vence categoria Sénior Max na pista de Recas para as Series Rotax Espanha

Luís Cidade vence categoria Sénior Max na pista de Recas para as Series Rotax Espanha
Races

Grande parte dos 12 portugueses que disputaram este fim de semana a terceira prova das Series Rotax Espanha, no Circuito de Recas, próximo de Madrid, na qual alinharam 126 pilotos garantiram resultados bem positivos para as cores nacionais, com particular destaque para Luís Cidade que venceu a categoria Sénior Max.

 

Filipe Cairrão

Foto VVL Sport Image

 

Com 20 participantes na categoria Sénior Max, Luís Cidade (FA) esteve imperial na pista próxima de Madrid, ao garantir a pole-position e ao vencer depois com autoridade as duas corridas, valendo ao piloto de Matosinhos o lugar mais alto do pódio.

O ‘rookie’ Alexandre Areia, depois de ser o 12º mais rápido nos ‘cronos’, obteve igual posição na Corrida 1, mas na Corrida 2 mostrou um andamento mais forte que lhe permitiu ver a bandeira xadrez num positivo 8º lugar. Um bom desempenho do piloto de Esposende que lhe valeu conquistar um honroso 8º lugar final.

 

Mariano Pires 2º e Gonçalo Coutinho 4º na Júnior

Na categoria Júnior, Portugal voltou a contar com mais um português no pódio. Mariano Pires (CRG) começou por rubricar a terceira melhor marca nos ‘cronos’, sendo depois 7º classificado na Corrida 1. Na Corrida 2, o piloto de Ponte de Lima impos o seu ritmo e bateu toda a concorrência, resultado que lhe permitiu garantir o lugar intermédio do pódio na classificação final, tendo o primeiro sido conquistado pelo espanhol Aitor Sorozabal (Tonykart).

E Portugal poderia ter contado com mais um piloto no pódio. Gonçalo Coutinho (FA) falhou essa presença por escassos 2 pontos. O piloto de Gondomar não teve sorte nos treinos cronometrados, ao assinar a 13ª melhor marca, pelo que tudo ficou mais difícil para as corridas. Contudo, Gonçalo Coutinho mostrou a sua ‘garra’ na primeira contenda e recuperou até ao 4º lugar, deixando o seu ‘cunho’ mais patente na Corrida 2, dado que largou da 13ª posição e viu a bandeira xadrez no 3º lugar com a volta mais rápida.

Por sua vez, Guilherme Gusmão (Tonykart) viu-se condicionado após os treinos cronometrados, dado que não conseguiu melhor do que o 26º melhor registo. Ainda assim, o piloto de Évora esteve empenhado em minimizar o ‘prejuízo’ e assim o fez, já que nas corridas obteve um 13º e depois um 19º lugar, o que lhe permitiu classificar-se na 14ª posição entre os 33 concorrentes que alinharam na categoria Júnior.     

 

Frederico Peters e Guilherme de Oliveira no top-10 da categoria Mini-Max

Com 26 pilotos, a categoria Mini-Max foi uma das mais animadas e contou com portugueses nos lugares da frente. Frederico Peters (BirelArt) depois de ser o 4º mais rápido nos ‘cronos’, obteve um 10º e um 9º lugares nas corridas, resultados que valeram ao piloto de Évora a 9ª posição na prova ganha pelo madrileno Daniel Nogales (BirelArt).

Guilherme de Oliveira (FA) foi outro dos portugueses a destacar-se na ronda de Recas. O piloto de Vila Nova de Gaia, depois de ser o 6º mais rápido nos ‘cronos’ esteve muito forte na Corrida 1 conseguindo garantir um fantástico 5º lugar. Esperava-se mais uma boa classificação de Guilherme de Oliveira na Corrida 2, mas logo na partida um piloto mais afoito relegou-o para as últimas posições, recuperando contudo até ao 15º lugar. Contas feitas, Guilherme de Oliveira acabou por concluir a prova na 10ª posição.

Gabriel Caçoilo (BirelArt) não teve a sorte do seu lado nos treinos cronometrados, dado que foi o 22º posicionado, marca nada favorável para depois obter bons resultados nas Corridas, nas quais obteve um 15º e um 19º lugares, sendo por isso 22º classificado na prova.

Tomás Ribeiro (Praga) fez a sua primeira prova além-fronteiras e também ficou algo condicionado para regressar a Fafe com uma boa classificação (22º), depois dos ‘cronos’ não lhe terem sido favoráveis.

Único representante português na categoria Micro-Max, reservada aos mais novos e que contou com 31 participantes, José Pinheiro (EKR) também fez a sua primeira prova internacional. Depois dos treinos cronometrados não lhe terem corrido de feição, o piloto de Guimarães foi 24º e 23º posicionados nas duas corridas, concluindo a prova no 23º posto. Mas o mais importante para o jovem de apenas 7 anos de idade era evoluir no seio de tantos e experientes pilotos, cujo vencedor foi o catalão Santiago Vallve (BirelArt).

 

Pedro Pinto 9º na DD2 e Fernando Costa 4º entre os Masters

Pedro Pinto (Tonykart) não teve desta vez uma prova feliz em Recas, não correndo logo de feição nos treinos cronometrados no qual foi 9º classificado. O piloto do Porto obteve igual resultado nas corridas e na classificação final, cuja vitória ficou na posse de Manuel Bejarano (EKR). Entre os Masters, venceu Javier Campo (FA) e o português Fernando Costa (Praga) foi 4º classificado.

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy