KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

RMCGF 2015: Vitória de Nogales no Festival Mini-Max… Peters 6º e Gusmão 7º

RMCGF 2015: Vitória de Nogales no Festival Mini-Max… Peters 6º e Gusmão 7º
Races

Uma das competições bem interessantes de seguir no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão, foi o ‘Festival Mini-Max’ – destinado a pilotos dos 10 aos 12 anos de idade –, integrado nas Rotax Max Challenge Grand Finals (RMCGF), vulgo ‘Mundial Rotax’. A competição foi disputada por 36 pilotos, entre os quais 15 eram portugueses (com um luso-descendentes), sendo os restantes espanhóis, à exceção de dois húngaros, dois polacos, um finlandês, um norte-americano e um mexicano. Frederico Peters e Guilherme Gusmão ficaram muito perto de alcançarem um lugar no pódio.


António Correia 3º nos ‘cronos’ e 5º classificado na manga de qualificação

O espanhol Carles Martinez foi o mais rápido nos treinos cronometrados e venceu a manga de qualificação que definiu a grelha de partida para a pré-final.

No que diz respeito à representação portuguesa, António Correia (3º nos ‘cronos’) foi 5º classificado, Afonso Ferreira (5º nos ‘cronos’) terminou na nona posição e Guilherme Gusmão (13º nos ‘cronos’) fechou o top-10. O luso-holandês Jesse Doorgeest (14º nos ‘cronos’) garantiu o 14º lugar, Rúben Silva (18º nos ‘cronos’) a 17ª posição e João Novo (28º nos ‘cronos’) foi 20º classificado, à frente de Francisco Vilaverde (17º nos ‘cronos’) e de Guilherme de Oliveira (19º nos ‘crons’). Rodrigo Almeida (34º nos ‘cronos) obteve o 26º lugar, à frente de Gabriel Caçoilo (10º nos ‘cronos’), enquanto Diogo Marques (27º nos ‘cronos’) terminou na 29ª posição, à frente de Gabriela Correia (35ª nos ‘cronos’) e de Duarte Santos (32º nos ‘cronos’). Numa corrida algo atribulada, em que foi necessário recorrer ao procedimento ‘slow’ e que geriu alguma confusão, Frederico Peters (22º no ‘cronos’ não chegou a completar uma volta, bem como Rodrigo Leitão (31º nos ‘cronos).


Guilherme Gusmão 7º classificado na Pré-final     

Na pré-final, cuja classificação ditou a grelha de partida para a Final, o espanhol Carles Martinz voltou a impor-se e no que diz respeito à comitiva lusa, Guilherme Gusmão foi 7º classificado, Jesse Doorgeest cruzou a meta na nona posição e Frederico Peters encerrou o top-10.

Afonso Ferreira terminou na 12ª posição, João Novo foi 15º classificado, Rúben Silva garantiu o 18º lugar, Francisco Vilaverde assegurou o 21º posto e Rodrigo Almeida o 23º lugar. Diogo Marques viu a bandeira xadrez na 25ª posição, à frente de Duarte Santos e de Rodrigo Leitão, respetivamente. Gabriela Correia foi 31ª classificada, enquanto Gabriel Caçoilo e Guilherme de Oliveira, que debateram-se com uma corrida atribulada, assim como outros pilotos, foram os 33º e 34º classificados, respetivamente.

Pior sorte teve António Correia, dado que foi forçado a abandonar à passagem da segunda volta.

 

Portugueses fazem excelentes recuperações na Final

Na Final, disputada em 12 voltas, o espanhol Daniel Nogales bateu toda a concorrência, tendo os seus compatriotas Quique Bordas e Lucas Martin completado o pódio, respetivamente.

No que diz respeito aos portugueses, Frederico Peters garantiu um positivo 6º lugar e Guilherme Gusmão – que ainda rodou na segunda posição – assegurou o 7º posto, tendo os dois pilotos de Évora cruzado a meta imediatamente a seguir ao terceiro classificado, pelo que tanto Peters como Gusmão poderia ter alcançado um lugar no pódio.

António Correia, pelo que fez durante os primeiros dias, merecia uma classificação melhor. Obrigado a largar da 35ª posição, o piloto do Fundão ainda conseguiu ver a bandeira xadrez num honroso 12º lugar, recuperando 23 posições! Francisco Vilaverde também recuperou do 21º posto até ao 14º lugar e outra recuperação digna de destaque foi a de Guilherme de Oliveira que partiu do 33ª posição e conseguiu cruzar a meta no 16º lugar, ficando atrás de Afonso Ferreira que saiu da 20ª posição.

Gabriel Caçoilo, apesar do azar na pré-final, que o obrigou a largar da 34ª posição, fez uma boa recuperação até ao 18º lugar.

Sem sorte nesta Final esteve Jesse Doorgeest, dado que rodou na 9ª posição e veio depois a terminar no 19º lugar. Rúben Silva esteve na 11ª posição, mas com azar acabou por classificar-se no 21º lugar, à frente de Duarte Santos e de João Novo que também não tiveram muita sorte nesta prova, tal como Diogo Marques, Rodrigo Leitão e Gabriela Correia, os 29º, 30º e 31º classificados, respetivamente, tendo pior sorte Rodrigo Almeida forçado a abandonar à passagem da quinta volta.


Texto Filipe Cairrão
Fotos VVL Sport Image

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy