KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Yohan Sousa vence Taça de Portugal X30 Shifter e Campaniço triunfa nos Masters

Yohan Sousa vence Taça de Portugal X30 Shifter e Campaniço triunfa nos Masters
Races

Yohan Sousa – campeão nacional em título da categoria X30 Shifter – dominou a Final da Taça de Portugal de princípio a fim e garantiu a ‘dobradinha’, sendo a quarta vez que vence a competição. No Kartódromo de Leiria, sob a organização do Núcleo de Desportos Motorizados local, Manuel Falcão garantiu o segundo lugar e Lucas Araújo encerrou o pódio, após luta intensa com César Campaniço (vencedor nos Masters) e Rui Carneiro que fecharam, respetivamente, o top-5.

Entre os Masters, Frederico Castro secundou Campaniço, Adelino Sequeira completou o pódio, enquanto Rui Bastos garantiu o quarto lugar e Vítor Mendes – campeão nacional em título – conclui a prova na quinta posição.


Henrique Chaves (Zanardi) foi o mais rápido nos treinos cronometrados da categoria X30 Shifter percorrendo os 1006 metros em 51,402s, enquanto César Campaniço (CRG) – que regressou ao Karting, precisamente à pista onde há 20 anos conquistou um título de campeão nacional – estabeleceu o melhor ‘crono’ (52,549s) na categoria X30 Shifter Master, destinada a pilotos com idade igual ou superior a 32 anos.

Henrique Chaves venceu a primeira corrida de qualificação e Yohan Sousa (Zanardi) garantiu o segundo lugar, tendo Rui Carneiro (Zanardi) assegurado a terceira posição, enquanto Manuel Falcão (Tonykart) e Yannick Kemp (Tonykart) foram os quarto e quinto classificados, respetivamente. Tiago Teixeira (Sodi) viu a bandeira xadrez no sexto lugar, à frente de Lucas Araújo (DR), de Miguel Ramos (Birel), de Hugo Marreiros (DR) e de César Campaniço (CRG) que fechou o top-10 e venceu entre os Masters. Luís Silva (Zanardi) teve problemas mecânicos e terminou na 11ª posição, à frente Rui Pinheiro (Jesolo).

Adelino Sequeira (Praga) garantiu o segundo lugar entre os Masters e Telmo Oliveira (DR) assegurou a terceira posição. Frederico Castro (Maranello) foi quarto classificado e Rui Bastos (Birel) encerrou o top-5, terminando nas posições seguintes Ilídio Fernandes (RK) e António Bravo Lima (Praga). Vítor Mendes (Ricciardo) falhou a travagem logo na primeira volta e não evitou o toque no kart de Ana Rita Teixeira (Energy) – que está de regresso ao Karting –, sendo os dois forçados a abandonar.

Na segunda corrida de qualificação, Henrique Chaves voltou a vencer e Yohan Sousa foi novamente segundo classificado e assinou a volta mais rápida em 47,080s, tendo Lucas Araújo garantido o terceiro lugar. César Campaniço assegurou a quarta posição e voltou a triunfar entre os Masters, à frente de Manuel Falcão. Hugo Marreiros foi sexto classificado, seguindo-se Luís Silva, Frederico Castro (2º nos Masters), Adelino Sequeira (3º nos Masters) e Rui Carneiro que fechou o top-10, respetivamente.

Telmo Oliveira (4º nos Masters) cruzou a meta na 11ª posição, à frente de Vítor Mendes (5º nos Masters), de Rui Bastos (6º nos Masters), de Yannick Kemp, de Ilídio Fernandes (6º nos Masters), de Ana Rita Teixeira e de Rui Pinheiro.

Miguel Ramos, com problemas, não chegou a completar uma volta, não tendo igualmente sorte António Bravo Lima que foi forçado a desistir na terceira volta, assim como Tiago Teixeira na quinta volta, após toque.


Manuel Falcão e Lucas Araújo no pódio 

Henrique Chaves partiu para a Final com a pole-position, mas ficou afastado da corrida logo na volta de formação com o fio da bobine partido. Desfecho inglório para o piloto de Torres Vedras.

Yohan Sousa rapidamente tomou conta das operações e não mais largou a liderança até final, conquistando a sua quarta Taça de Portugal e a mais uma ‘dobradinha’, dado que esta época também foi campeão nacional da especialidade.

Manuel Falcão garantiu a segunda posição após a partida e geriu bem até à amostragem da bandeira xadrez. A luta pelo terceiro lugar foi bem interessante entre Rui Carneiro, César Campaniço e Lucas Araújo, tendo este acabado por levar a melhor, à frente de Campaniço, enquanto o piloto de Vila do Conde fechou o top-5.

Tiago Teixeira obrigado a largar da 12ª posição, fez uma boa recuperação até ao sexto posto, ficando a 19 milésimos de segundo de Rui Carneiro, tendo o piloto de Paredes assinado a volta mais rápida em 47,581s. Yannick Kemp foi o sétimo classificado, enquanto Hugo Marreiros, Luís Silva e Miguel Ramos encerraram, respetivamente, o top-10. O ‘master’ Frederico Castro terminou na 11ª posição, enquanto Rui Pinheiro e Ana Rita Teixeira – que venceu a classe feminina – foram os 12º e 13º classificados, respetivamente.


Frederico Castro e Adelino Sequeira no pódio dos Masters

César Campaniço venceu entre os Masters, enquanto Frederico Castro e Adelino Sequeira completaram, respetivamente, o pódio. Rui Bastos garantiu um positivo quarto lugar e Vítor Mendes – campeão nacional em título – encerrou o top-5, à frente dos sempre combativos Telmo Oliveira e Ilídio Fernandes. António Bravo Lima que foi forçado a abandonar logo na terceira volta da segunda manga de qualificação, optou por não alinhar na final devido a lesão no braço direito.   


Todas as classificações da prova em http://www.mylaps.com/en/events/1218236


Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy