KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Eduardo Leitão vence DD2 em Portimão e está no Mundial tal como Moura na Master

Eduardo Leitão vence DD2 em Portimão e está no Mundial tal como Moura na Master
Races

Eduardo Leitão obteve a terceira vitória da época na categoria DD2 e vai pela quinta vez consecutiva estar presente numa Final Mundial, tendo neste ano a particularidade de ombrear – tal como Pedro Pinto – com o brasileiro Rubens Barrichello, ex-piloto e campeão de Formula 1. Na quinta e última prova do Rotax Max Challenge 2015, disputada no Kartódromo Internacional do Algarve, alinharam 31 pilotos, na maioria estrangeiros com o intuito de conhecer o traçado de Portimão para o ‘Mundial’, que se disputará entre 8 e 14 de novembro. O espanhol Oriol Dalmau venceu a competição portuguesa, com uma vantagem de escassos seis pontos para Eduardo Leitão, que lutava pelo ‘penta’, tendo o piloto luso-suíço garantido a terceira posição. Miguel Moura venceu a DD2 Masters, classe em que António Bravo Lima e Pedro Loures completaram o pódio. Em termos de Troféu, Moura venceu pela segunda vez consecutiva e vai estar novamente no ‘Mundial’. Loures foi segundo classificado e Bravo Lima o terceiro posicionado.


Eduardo Leitão (nº 401-Intrepid) com um segundo lugar e duas vitórias, conquistou o lugar mais alto do pódio, na qual alinhou o campeão europeu Ferenc Kancsar (Birel Art), entre outros nomes sonantes da especialidade com o objetivo de se adaptarem à pista de Portimão – mas com a mesma vontade de vencer –, tendo em vista a preparação para o ‘Mundial’. O piloto de Lisboa falhou o ‘penta’ por escassos seis pontos face a Oriol Dalmau (nº 411-Birel Art), espanhol que venceu a competição portuguesa e que no traçado algarvio obteve uma vitória e dois segundos lugares. O luso-suíço António Teixeira (nº 425-Birel Art) foi terceiro classificado e o seu irmão Manuel Teixeira (nº 415) garantiu a quinta posição.


Miguel Moura triunfa entre os Masters e garante nova presença no ‘Mundial’

Miguel Moura (nº 501-Praga) foi quarto classificado na DD2 e triunfou nas três Finais da DD2 Masters, classe para pilotos com idade igual ou superior a 32 anos, sendo o vencedor pela segunda vez consecutiva, pelo que vai representar Portugal no ‘Mundial’ da especialidade.

António Bravo Lima (nº 525-Praga) garantiu o lugar intermédio do pódio na prova algarvia e a terceira posição no Rotax Max Challenge, enquanto Pedro Loures (nº588-Intrepid) foi terceiro classificado em Portimão e garantiu o ‘vice-campeonato’.

A recuperar da lesão que sofreu em Zuera, Fernando Costa optou por não se deslocar ao Algarve para no próximo fim de semana disputar a quinta e última prova das Series Rotax em Espanha, mas face aos pontos amealhados nas rondas anteriores terminou a competição portuguesa no quarto lugar, à frente de Joel Magalhães (nº 535-Intrepid) que na prova algarvia foi quinto classificado. Artur Ferreira (nº 548-CRG) garantiu a quarta posição em Portimão e fechou o top-6 do Rotax Max Challenge 2015. O luso-suíço António Carlos Teixeira (nº 546-Birel Art) também alinhou na jornada algarvia, mas não pontuou para a competição portuguesa, dado ter realizado apenas a sua primeira prova em solo luso.


Em anexo, classificação da prova (na qual constam pilotos que não pontuam para a competição), bem como a classificação final do Rotax Max Challenge 2015.


Texto Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

Download: 

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY