KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Bruno Borlido tricampeão Sénior Max… Pedro Pinto qualificado para o Mundial

Bruno Borlido tricampeão Sénior Max… Pedro Pinto qualificado para o Mundial
Races

Não há quatro… sem cinco! Bruno Borlido colecionou a quinta vitória consecutiva na categoria Sénior Max do Rotax Max Challenge e sagrou-se tricampeão da especialidade, bem como garantiu mais uma presença na Final Mundial, onde vai surgir como vice-campeão em título. Na quinta e penúltima prova, disputada no Kartódromo Internacional do Algarve, alinharam pilotos estrangeiros com o objetivo de conhecer o traçado de Portimão, tendo em vista a participação nas Finais Mundiais, mas sem pontuarem para o Troféu Rotax. O estoniano Kairo Kivi (Kosmic) foi o vencedor à geral, mas o principal motivo de interesse era a competição nacional e, neste particular, Bruno Borlido bateu toda a concorrência, tendo Pedro Pinto sido segundo classificado e carimbado também o passaporte para o ‘Mundial’… mas da categoria DD2, dado não existirem vagas na Max. Nuno Sousa completou o pódio, à frente de Tiago da Silva, Miguel Matos e de Rui Lima.


Bruno Borlido (nº 301-Intrepid) venceu a prova algarvia com duas vitórias e um segundo lugar, estando igualmente em bom plano Pedro Pinto (nº 307-Tonykart) que, com uma vitória, um segundo e um terceiro lugares, garantiu segunda posição, o ‘vice-campeonato’ e a qualificação para a Final Mundial da categoria DD2, dado não existirem vagas na Max. O piloto do Porto tem cerca de um mês para se adaptar aos karts com caixa de velocidade, para no Mundial, que decorrerá entre 8 e 14 de novembro, estar bem preparado para a nova classe… na qual o ‘cabeça-de-cartaz’, será o brasileiro Rubens Barrichello. Esse mesmo em que está a pensar: o ex-piloto e campeão de Formula 1.


Nuno Sousa no pódio

Nuno Sousa (nº 362-Intrepid) garantiu em Portimão não só o terceiro lugar na prova como no Troféu Rotax, com um segundo e dois quartos lugares, enquanto Tiago da Silva (nº 309-FA) com dois quintos e um terceiro lugar foi o quarto classificado, assegurando igual posição no campeonato. Miguel Matos (nº 302-Intrepid) teve problemas na Final 1 que o obrigou a abandonar, sendo depois terceiro e quinto classificado nas restantes, pelo que foi quinto classificado e sexto em termos de Troféu. Rui Lima (nº 395-Praga), com um quarto e dois sextos lugares, foi o sexto posicionado, mas encerrou o top-5 no que diz respeito à classificação final do Rotax Max Challenge 2015 da categoria Max.       


Em anexo, classificação da prova (na qual constam pilotos que não pontuam para a competição), bem como a classificação final do Rotax Max Challenge 2015.


Texto Filipe Cairrão

Fotos VVL Sport Image

Download: 

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY