KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Yohan Sousa em Le Mans para disputar o Campeonato do Mundo da categoria KZ2

Yohan Sousa em Le Mans para disputar o Campeonato do Mundo da categoria KZ2
Races

São 101 pilotos oriundos de 30 países que este ano vão disputar o Campeonato do Mundo de Karting da categoria KZ2. Entre a constelação de estrelas que vai tentar no traçado francês de Le Mans alcançar o título mundial, há apenas um representante português. Trata-se de Yohan Sousa e é um dos mais novos do pelotão com 15 anos, tendo a particularidade de se ter estreado este ano a competir na categoria KZ2 – cujos karts têm caixa de velocidades –, onde pontificam os melhores do mundo, sendo vários os pilotos que já ostentam títulos quer mundiais quer europeus. Yohan Sousa vai alinhar pela equipa sueca Strakka Bhaitech – na qual também está integrado o mecânico português Paulo Barreiro – e vai competir como habitualmente com um kart equipado com chassis Zanardi e motor TM, sendo para já o seu principal objetivo marcar presença na Final reservada aos 34 primeiros classificados após as várias mangas de qualificação.


Com uma lista de inscritos de ‘luxo’, que prima não só pela quantidade mas pela qualidade dos pilotos e suas equipas, são poucos aqueles que se atrevem a fazer prognósticos quanto ao próximo campeão do mundo da categoria KZ2 cuja Final se realiza no próximo domingo. O sueco Joel Johansson que este ano conquistou o título europeu da especialidade com uma vantagem de apenas três pontos face ao espanhol Pedro Hiltbrand encabeça a lista de inscritos, mas para além destes nomes existem muitos candidatos a arrebatar o cetro mundial.
O português Yohan Sousa vai fazer apenas sua quarta prova na categoria KZ2, depois de ter disputado o Campeonato da Europa que passou pelo traçado italiano de Nápoles, pelo circuito espanhol de Zuera e pela pista belga de Genk. “Na primeira prova era tudo novo para mim, inclusive a pista e fiquei a quatro posições de garantir um lugar na Final. Em Espanha e na Bélgica consegui a qualificação para as Finais, tendo em Zuera sido forçado a abandonar e em Genk obtido o 21º lugar. Mas ainda tenho poucas corridas realizadas na categoria KZ2, onde os arranques são difíceis. E foi precisamente esse aspeto que mais me condicionou nas provas que disputei no Europeu. Agora no Campeonato do Mundo, em que estão 101 inscritos, espero prosseguir a minha evolução na categoria e conseguir alcançar um lugar entre os 34 primeiros após as mangas de qualificação para disputar a Final. Quanto a um objetivo em termos de classificação para já não tenho, pois primeiro é preciso conseguir o apuramento para a Final, reservada a 34 pilotos, o que não é fácil, atendendo à forte e vasta concorrência”, salientou na antevisão da prova, Yohan Sousa, piloto apoiado pelo McDonalds de Torres Novas, pelo McDonalds de Tomar e pela Extreme Energy Drink.

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY