KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Três provas… e mais três vitórias para António Correia na categoria Mini-Max

Três provas… e mais três vitórias para António Correia na categoria Mini-Max
Races

António Correia continua imbatível na categoria Mini-Max. Na terceira jornada do Rotax Max Challenge 2015, disputada no Kartódromo de Viana do Castelo, o piloto do Fundão venceu as três finais e ampliou ainda mais a vantagem para a concorrência. Francisco Vilaverde assinou uma prova muito positiva e garantiu o lugar intermédio do pódio, tendo a sua colega de equipa Mariana Machado assegurado a terceira posição.



O início da terceira ronda da categoria Mini-Max foi atribulado. No ‘warm-up’, Guilherme de Oliveira (FA) não evitou um pião e ficou parado na pista. Enquanto retomava o andamento, surgiu Gabriel Caçoilo (FA) e não conseguiu evitar o choque no kart de Oliveira. Imediatamente a seguir Diogo Marques (CRG) – segundo classificado à partida para a prova minhota –, por sua vez, também não conseguiu evitar o embate no kart de Caçoilo, tendo o bólide do piloto de Aveiro ficado irreparável para prosseguir a prova.
O kart de Oliveira também ficou danificado, assim como o de Diogo Marques – que ficou muito maltratado –, mas ambos acabaram por disputar a prova mas com um esforço tremendo até final.

Pole-position de Afonso Ferreira… e senda vitoriosa de António Correia   
Afonso Ferreira (Praga) foi o mais rápido nos treinos cronometrados (46,641s), mas na segunda volta da Final 1 viu-se envolvido num ‘incidente’ com Francisco Vilaverde (FA), caindo os dois para o fundo do pelotão.
Frederico Peters (Topkart) assumiu a liderança até ao primeiro terço da corrida, altura em que António Correia (CRG) impôs um andamento mais forte, conseguindo passar para o comando não mais o largando até final. Peters cruzou a meta na segunda posição, mas o Colégio de Comissários Desportivos entendeu que o piloto de Évora fez falsa partida, penalizando-o com 10 segundos, pelo que caiu para o nono lugar. Assim, Mariana Machado (Praga) foi segunda classificada e Duarte Santos (Birel) assinou um positivo terceiro lugar, à frente de Francisco Vilaverde – autor da volta mais rápida –, Guilherme de Oliveira, Diogo Marques, Afonso Ferreira e de Manuel Alves (FA) que voltou a enfrentar algumas contrariedades na ronda minhota. Já João Novo (Intrepid) teve pior sorte, dado que foi forçado a abandonar logo após a segunda volta (Intrepid).
Na Final 2, António Correia liderou de princípio, Mariana Machado rodou no segundo lugar até à quinta volta, mas depois caiu em definitivo para a terceira posição, tendo Vilaverde garantido o segundo lugar. Afonso Ferreira conseguiu recuperar até ao quarto posto e Duarte Santos fechou o top-5. Frederico Peters – que assinou a volta mais rápida –, Diogo Marques, Manuel Alves, João Novo e Guilherme de Oliveira, terminaram, respetivamente, nas posições seguintes.

Francisco Vilaverde assina novamente a volta mais rápida
Na Final 3, António Correia voltou a apresentar um ritmo muito forte e foi novamente o primeiro a ver a bandeira xadrez. Francisco Vilaverde terminou na segunda posição – rubricando uma vez mais a volta mais rápida –, à frente de Afonso Ferreira, Duarte Santos, Frederico Peters e de Mariana Machado que estiverem sempre na luta pelos lugares da frente. Diogo Marques, com o chassis a ‘raspar’ no asfalto, acusando o incidente no ‘warm-up’, terminou na sétima posição, lado a lado com Guilherme de Oliveira, cruzando a meta imediatamente a seguir João Novo e Manuel Alves.
Face ao somatório dos resultados das três Finais, António Correia (nº 125) garantiu o lugar mais alto do pódio, sendo o nono em outros tantos possíveis. O piloto do Fundão – que saiu de Viana do Castelo ainda mais líder, tendo a pontuação máxima de 315 pontos – afirmou que a competição não tem sido fácil e, em boa verdade, de facto a concorrência tem sido bastante forte, mas ainda não conseguiu materializar em vitórias a sua rapidez.

Diogo Marques conserva segunda posição no Rotax Max Chalenge
Francisco Vilaverde (nº 121) foi segundo classificado na prova vianense e passou para a terceira posição do campeonato, Maria Machado (nº 127) completou o pódio, enquanto Duarte Santos (nº 126) garantiu um positivo quarto lugar, à frente de Afonso Ferreira (nº 110) que fechou o top-5.
Diogo Marques, apesar de ter um fim de semana difícil, conseguiu conservar a segunda posição no Rotax Max Challenge 2015, tendo mais dois pontos do que Vilaverde. Frederico Peters está no quarto lugar e Mariana Machado é a quinta classificada, tendo uma desvantagem de apenas um ponto para Peters.
A quarta e penúltima prova está agendada para 5 de julho e será disputada no Kartódromo Internacional de Braga.
Todas os resultados da prova em http://www.korridastol.com e classificação após a terceira jornada em anexo. Recordamos, contudo, que serão contabilizadas para efeitos de classificação final 13 das 15 corridas.

Filipe Cairrão
VVL Sport Image

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY