KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Adriàn Malheiro vence categoria Micro Max… e Manuel Pais Vieira é o novo líder

Adriàn Malheiro vence categoria Micro Max… e Manuel Pais Vieira é o novo líder
Races

A categoria Micro-Max foi uma das mais interessantes de seguir na segunda prova do Rotax Max Challenge 2015, disputada no Kartódromo de Fátima, sob a organização do Motosport Viana Clube.

Luís Alves terminou as três Finais com resultados que lhe permitiam garantir o lugar mais alto do pódio, mas uma infração técnica no seu kart acabou por ser desclassificado. O vencedor acabou por ser Adriàn Malheiro e Manuel Pais Vieira – regular nos lugares da frente – passou para a liderança.

Um ‘balde de água fria’ para Luís Alves após o final da segunda prova do Rotax Max Challenge 2015. O piloto de Guimarães não só perdeu o lugar mais alto do pódio em Fátima, como foi desclassificado da prova. Isto porque o suporte da bateria do seu kart não era o original conforme estipula o regulamento. A infração – que nada beneficia em termos de andamento – poderia ter sido detetada nos treinos cronometrados, na Final 1 ou na Final 2, sendo apenas penalizado numa dessas fases da prova… mas os verificadores técnicos só analisaram o suporte da bateria após a Final 3 e o jovem vimaranense acabou por ser desclassificado do evento, não somando qualquer ponto.
A organização admitiu que o ‘prejuízo’ para o piloto da Red Line Motorsport poderia ter sido minimizado se os verificadores detetassem antes que o suporte não era o original, mas acrescenta também que nem tudo pode ser verificado ao mesmo tempo e que os concorrentes têm de estar atentos ao regulamentos.
Diogo Sousa também não tinha o suporte da bateria original e acabou igualmente desclassificado da prova.

Lutas intensas pelos lugares do pódio

Mas no que diz respeito à história da prova, Adriàn Malheiro foi o mais rápido nos treinos cronometrados com a marca de 52,074s e na Final 1, acabou por levar a melhor sobre Luís Alves e David Simões – autor da volta mais rápida – os principais opositores do piloto luso-espanhol. Duarte Pinto Coelho foi quarto classificado e Duarte Simões resistiu às investidas de José Alexandre Sousa na luta pelo quinto lugar. Naturalmente com a desclassificação da prova de Luís Alves, todos os outros pilotos subiram uma posição, nota a ter em conta na descrição das seguintes finais.
Na Final 2, Luís Alves liderou de princípio a fim e Adriàn Malheiro superou Duarte Pinto Coelho e David Simões – autor da volta mais rápida com a desclassificação de Alves – nas derradeiras voltas, tendo Gonçalo Maia sido o quinto classificado após luta intensa com Duarte Simões, Manuel Pais Vieira e José Alexandre Sousa, tendo este sofrido um toque na parte final que o relegou para o 10º lugar.
Na Final 3, Luís Alves voltou a dominar de princípio a fim e pela segunda posição passaram Manuel Pais Vieira, Duarte Pinto Coelho e em definitivo Adriàn Malheiro – autor da volta mais rápida –, tendo Pais Vieira e Pinto Coelho cruzado a meta nas terceira e quarta posições, respetivamente, enquanto David Simões foi quinto classificado.
Contas feitas aos resultados obtidos nas três finais e com a desclassificação de Luís Alves (nº 64), Adriàn Malheiro (nº 1) venceu a prova, Duarte Pinto Coelho (nº 52) foi segundo e David Simões (nº 59) completou o pódio, à frente do seu irmão Duarte Simões (nº 81) e de Manuel Pais Vieira (nº 72), piloto do Cabo do Mundo Karteam que passou a liderar a categoria Micro-Max.

Classificação Final: 1º Adriàn Malheiro (CRG), 105 pontos; 2º Tonykart Portugal/Duarte Pinto Coelho (Tonykart), 98; 3º David Simões (Praga), 96; 4º Duarte Simões (Praga), 91; 5º Cabo do Mundo Karteam/Manuel Pais Vieira (FA), 90; 6º Gonçalo Maia (Intrepid), 87; 7º José Alexandre Sousa (Haase), 84; 8º Tomás Ribeiro (Ricciardo), 77; 9º Pedro Rilhado (Formula K), 75; 10º Red Line Motorsport/José Barros (Haase), 75; 11º José Pinheiro (Ricciardo), 74; 12º Rodrigo Testa (DR), 54.

Rotax Max Challenge após 2ª prova: 1º M. Pais Vieira, 188 pontos; 2º D. Pinto Coelho, 179; 3º J. Alexandre Godinho, 176; 4º A. Malheiro, 175; 5º D. Simões, 175; 6º D. Simões, 171; 7º G. Maia, 166; 8º J. Barros, 147; 9º T. Ribeiro, 146; 10º J. Pinheiro, 145; 11º R. Testa, 139; 12º L. Alves, 100; 13º D. Sousa, 72; 14º P. Carvalho, 71.
Nota: Para efeitos de classificação final, das 15 Finais serão considerados os pontos das 13 melhores.

Filipe Cairrão
VVL Sport Image

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY