KARTING

EMOÇÃO e PAIXÃO

FacebookTwitterInstagramYoutubePocketMags

Henrique Chaves confirmado na Fórmula Renault 2.0

Henrique Chaves confirmado na Fórmula Renault 2.0
News & Previews

Henrique Chaves já confirmou a sua participação na Northem European Cup (NEC), competição disputada com os Fórmula Renault 2.0 onde já alinharam Filipe Albuquerque e António Félix da Costa. Bruno Oliveira também testou o monolugar no circuito espanhol de Calafat, mas ainda quer estudar outras opções.


Henrique Chaves e Bruno Oliveira realizaram dois dias de testes de Fórmula Renault 2.0 no circuito espanhol de Calafat, situado a 140 quilómetros de Barcelona, sob a orientação da AV Formula, liderada Adrián Vallés – única equipa do país vizinho que tem marcado presença na Northem European Cup (NEC), a competição mais apetecida pelos pilotos que se estreiam nos comandos dos monolugares de 2 litros da marca francesa, tendo por ela passado Filipe Albuquerque (vencedor em 2006 e também da Formula Renault Eurocup) e António Félix da Costa (vencedor em 2009) e, mais recentemente, Francisco Mora.
Vallteri Bottas (vencedor em 2008), Daniil Kvyat (2010 a 2012), Carlos Sainz Jr. (vencedor em 2011), Sébastien Buemi (2006), Robin Frijns (2010 e 2011), Kevin Magnussen, pilotos que se têm mostrado na Fórmula 1 também alinharam na mediática competição que este ano arranca no segundo fim de semana de abril no circuito italiano de Monza.

Henrique Chaves: “Evoluir e quem sabe fazer um brilharete”

Henrique Chaves já confirmou que vai disputar o NEC em 2015, integrado na AV Formula. O monolugar da Renault Sport foi este ano alvo de algumas evoluções, passando a debitar 201 cavalos de potência máxima, enquanto o peso foi alterado de 499 para 506 kg, uma relação que permite evoluir os 0 aos 100 km/h em 3,1 segundos e atingir os 251 km/h.
“O teste no circuito de Calafat correu muito bem, atendendo que não conhecia o carro e é uma realidade totalmente diferente do Karting. Aprendi bastante e, face às informações que o engenheiro de pista me deu, existe uma boa margem de evolução. Nos dias 16 e 17 de março vou testar novamente em Espanha – a pista ainda está por determinar – e espero evoluir mais, assim como nos testes oficiais de 24 e 25 do mesmo mês em Hockenheim e, imediatamente a seguir, nos dias 27 e 28, em Assen. Não tenho para já uma base para definir objetivos em termos de classificação no NEC. Poderei depois da primeira prova, tendo em conta que este é o meu primeiro ano nos formulas. Espero evoluir cada vez mais e quem sabe fazer um brilharete”, sublinhou Henrique Chaves, que cumpriu no traçado de Calafat 611 quilómetros.
Jorge Alarcón, engenheiro de pista da AV Formula está confiante na evolução do jovem piloto de Torres Vedras: “O Henrique mostrou uma boa consistência em termos de tempos em corrida e isso é muito importante. É bom ser rápido, mas consistente ao longo da corrida. Este foi apenas o primeiro teste do Henrique e existem grande margem de evolução”.
O palmarés de Henrique Chaves no Karting é vasto, tendo em 2014 conquistado mais um título de campeão nacional na categoria X30 Shifter e a Taça de Portugal, mas em 2015 ainda vai disputar o Campeonato de Espanha da categoria KZ2, com o objetivo de se sagrar campeão, depois de no ano passado ter sido terceiro classificado.

Jorge Alarcón: “Bruno teve performance excecional”

Jorge Alarcón também não poupou elogios a Bruno Oliveira: “Fiquei extremamente surpreendido e, naturalmente, contente, com a evolução do Bruno em apenas dois dias de trabalho. Sobretudo pela capacidade de apreensão das explicações que lhe fui transmitindo, pela interpretação da telemetria que foi fundamental para que ele evoluísse constantemente desde a primeira sessão até á ultima, cronometrada oficialmente e com pneus novos. Curiosamente, o Bruno foi, comparativamente com todos os pilotos que testaram com a AV Formula desde 2013, o mais rápido no final de dois dias de testes. Outros pilotos estiveram mais rápidos, mas já tinham cinco ou seis dias de testes. Tendo isto em consideração, a performance do Bruno foi excecional e surpreendeu toda a equipa que está a fazer um grande esforço e pressão para ter o Bruno como seu piloto já em 2015”.

Bruno Oliveira: “Ainda quero estudar outras opções”

“Fiz este teste com o objetivo de perceber qual a minha performance e posicionamento com vista à eventual evolução para os formulas em 2015. Várias possibilidades estão em cima da mesa, sendo esta uma das mais apetecíveis mas que obriga  a  um maior esforço a todos os níveis, pelo que para já não passa de uma avaliação do que o mercado oferece”, sustenta Bruno Oliveira que foi dos pilotos mais rápidos no final das várias sessões de treinos, superando o russo Nikita Mazepin, vice-campeão do mundo de Karting da categoria KF em 2014 – que já confirmou a sua participação no NEC em 2015 e integrará a formação germânica Josef Kaufmann Racing –, tendo o jovem português de 17 anos, estado também constantemente mais rápido do que o britânico Illiot Callum, campeão europeu de Karting em 2014 na categoria KF.

Texto: Filipe Cairrão

OKKART srl © COPYRIGHT 2016 | P.IVA 02629390598 | PRIVACY POLICY